[Home]Apresentacao

PaginaInicial | UltimasAlteracoes | Preferences

Mas qual é a idéia afinal?

A BAC (Base de Apoio à Cultura) é um projeto do Ministério da Cultura sendo desenvolvido por diversos grupos e diferentes indivíduos colaborativamente aqui mesmo neste wiki.

Estamos tentando criar uma infra-estrutura para catalizar a produção cultural local, utilizando o paradigma das redes e do conhecimento livre, e usando este paradigma durante a própria criação. Vale a pena ler a nossa Filosofia de Trabalho.

Uma BAC é basicamente um prédio instalado na periferia onde iremos realizar várias atividades de transformação digital usando o computador e tecnologias digitais como meio de produção cultural. São centros polarizados de acesso tecnológico à novas culturas cibernéticas e de promoção da cultura local como identidade, interligados em redes rizomicas virtuais e pessoais. Cada base é um nó nesta rede de variedades culturais brasileiras, oferecendo meios e ferramentas para a formação cultural ligando as comunidades entre si e com o mundo, num fluxo de intercâmbio.

A área de uma BAC é de aproximadamente 1300m2 construidos, sendo que o terreno deve ter aproximadamente 2500m2, mas isso muda de BAC pra BAC. Aprenda mais detalhes sobre como pretendemos realizar a Ocupacao do espaço das BACs. Cada BAC providenciará a infra-estrutura tecnológica para que as comunidades possam produzir cultura digital (mas a produção cultural não está limitada ao digital) e distribuí-la de forma independente na rede. Além de disponibilizar recursos humanos capacitados para ensinar a comunidade a se apropriar desta infra-estrutura e também aprender a produzir cultura em formato digital.

Para que os indivíduos da comunidade usem as tecnologias de ponta disponíveis diferentes laboratórios colaborativos vão estar em funcionamento. Dentro de um colaboratório as pessoas irão aprender a utilizar as ferramentas disponíveis e ao mesmo tempo criar artefatos culturais colaborativamente.

Pretendemos criar 50 BACs em um espaço curto de tempo e espalhá-las pelo Brasil a fora. Todas estarão interligadas em uma mesma rede e serão diferentes ente si, pretendemos que as comunidades locais se apropriem da BAC e transformem-na de acordo com suas necessidades e vontades.

Para que isso aconteça é necessário que toda informação e todo conhecimento adquirido ao criar e adminisrar uma BAC seja livre. Assim todos terão acesso a todos os dados e experiências de qualquer BAC. Poderemos ver (e transformar) desde a planta arquitetônica de uma BAC específica até o software livre que vai rodar nos servidores centrais da rede.

Além disso deveremos tomar muito cuidado para que a comunidade participe de todas etapas de implantação de uma dada BAC. Iremos localizar locais e comunidades que atendam certos requisitos para adquirirem uma BAC e de modo aberto fazer com que estas pessoas participem de todo processo de construção desta. As pessoas irão aprender de tudo, desde como montar a rede elétrica durante a construção do prédio até como administrar a rede GNU/Linux que cuidará dos sistemas de informática.

Fica claro portanto que deveremos tomar cuidados para que pessoas capacitadas e conscientes sejam treinadas para ensinar à comunidade tudo que estiver relacionado a construção e operação de uma BAC.

Para isso estamos montando também algumas BECs (Base de Experimentação Colaborativa). As BECs serão laboratórios piloto onde um time de pessoas irá experimentar todas estas tecnologias (tanto sociais como culturais, econômicas e técnicas) que existem na BACDosDeuses, o projeto de uma BAC ideal que estamos desenvolvendo aqui.

Dentro dessas BECs e aqui na BACDosDeuses irémos formar diferentes GruposDeTrabalho para organizar o desenvolvimento descentralizado e paralelo efetuado pela nossa comunidade. Na página dos GruposDeTrabalho você pode encontrar informações específicas sobre os tópicos que estão sendo estudados por esses grupos que pretendem estudar e desenvolver tecnologias para usarmos nas BACs.

Podemos resumir então o objetivo do projeto das BACs como sendo a criação e implantação de uma infra-estrutura tecnológica e a educação de individuos para fomentar a produção de cultura digital na periferia. Ao interligar realidades sócio econômicas brasileiras via acesso tecnológico pretendemos difundir o conhecimento livre e usá-lo para ensinar, produzir e distribuir cultura.


PaginaInicial | UltimasAlteracoes | Preferences
Edit text of this page | View other revisions
Last edited July 7, 2003 2:44 pm (diff)
Search: