Segunda-feira, 18/08/2003
 Programação
Programação da Seleção Brasileira para o dia 24, terça-feira
(Hora local)

Despertar Livre
11h30 - Almoço
12h30 - Saída ônibus
13h12 - Saída trem para Paris
22h20 - embarque para o Brasil (vôo RG 8721)
5h20 - Desembarque em São Paulo
6h20 - Embarque para o Rio de Janeiro (vôo RG 8753)
7h20 - Desembarque no Rio de Janeiro
 História
A história do futebol brasileiro da origem à atualidade, passando pelos quatro campeonatos mundiais conquistados pela Seleção
 CBF
  A história e a atuação da Confederação Brasileira de Futebol.
 Imprensa
  Informes do CBF News e da Assessoria de Imprensa da CBF
 Perfil


 EDMÍLSON

Nome: Edmílson José Gomes de Moraes
Posição: Zagueiro
Clube: Lyon (França)
Data de nascimento: 07/10/1976
Local de nascimento: São Paulo (SP)
Altura: 1,85 m
Peso: 70 kg
Equipes em que já atuou: XV de Jaú (1993), São Paulo (1994 a 2000) e Lyon - França (desde 2000)
Estréia na Seleção: 18/07/2000 - Brasil 1 x 2 Paraguai (Eliminatórias)
Convocações: 31
Jogos pela Seleção: 22
Gols marcados: 02
Jogos em Copas do Mundo: 6

A ida para o futebol francês fez bem para o zagueiro Edmílson. O contato com o estilo de jogo europeu, as competições acirradas entre os principais clubes da Europa e o nível profissional de cobranças sobre os jogadores permitiram a ele amadurecer cinco anos em dois. Edmílson deixou o paternalismo do São Paulo, onde atuou de 1994 a 2000, e adaptou-se bem ao profissionalismo europeu.

Enquanto esteve no São Paulo, jogou como lateral, zagueiro, volante e meia, mas não conseguiu arrumar um lugar no time. Não tinha prestígio com a torcida e acabava sendo encarado como um "tapa-buracos", pronto para ocupar provisoriamente o lugar de um titular que estivesse machucado ou suspenso.

Telê Santana apostava no talento do jogador vindo do XV de Jaú, mas Edmílson conviveu pouco tempo com o mestre, que logo deixou o clube com problemas de saúde. Passaram-se três anos para que o jogador finalmente encontrasse seu espaço, atuando como zagueiro. Com uma boa estatura (1,85 m) e habilidade para sair jogando, ele chamou a atenção dos europeus e conseguiu a transferência para o exterior em 2000.

Edmílson estreou na Seleção Brasileira na derrota por 2 a 1 para o Paraguai, pelas eliminatórias para a Copa de 2002. Ganhou o respeito dos treinadores com a dedicação mostrada nos treinos e nos jogos e apresenta-se como uma segurança para compor a defesa do Brasil. Pode atuar também no meio-de-campo.

 Outros jogadores

Goleiros
Marcos
Dida
Rogério Ceni

Laterais
Cafu
Belletti
Roberto Carlos
Júnior

Zagueiros
Edmílson
Ânderson Polga
Lúcio
Roque Júnior

Volantes
Vampeta
Gilberto Silva
Emerson

Meias
Ronaldinho Gaúcho
Juninho Paulista
Kaká
Kléberson
Ricardinho

Atacantes
Ronaldo
Rivaldo
Luizão
Denílson
Edílson


Fale conosco
© 2003 - CBF - Todos os direitos reservados