Publicidade

Emuladores | Atari | Desafios para o programador
Nesta matéria você encontra:

Pág. 1 a 4 - As dificuldades enfrentadas pelos programadores de jogos

Atari: Desafio para o jogador, missão impossível para o programador

Você acha que o Enduro ou o Pac-Man eram jogos simples, e que bom mesmo é o cara que programou o Quake III Arena? Saiba como era dura a vida de um programador de Atari.

Por Chester


 

Videogames e computadores antigos costumam ser mais simples de programar do que os sistemas mais modernos. Afinal, embora os recursos limitados demandem soluções criativas, o aprendizado e a trabalheira são bem menores do que num jogo para PC ou PlayStation.

O Atari, contudo, era um caso à parte. Ele era tão limitado que sua programação era um desafio. Na verdade, fazer um jogo de Atari era quase um trabalho artesanal. Neste artigo, você verá como funcionava por dentro este brinquedo que seduziu uma geração -- e verá que mesmo o jogo mais simples exigia a dedicação, o talento e a genialidade de um verdadeiro artista.

Na próxima página: os primeiros obstáculos que os programadores encontravam


Pitfall, o fenômeno

 

 

Página inicial | Mais Emuladores