Vídeos Relacionados


Depois das novelas, o Rock dominou a gala Superstar desta semana. Feu e Bernardo são as famílias nomeadas. Azevedo reincide como família escolhida pela júri e os Pedreira foram os favoritos do público.

A primeira júnior «rockeira» foi Mariana Vasconcelos, que interpretou «Ai se ele cai» dos Xutos e Pontapés e agradou Tozé Brito: «Gostei de te ver cantar em português. Estiveste bem. Parabéns.»

«Chico Fininho» de Rui Veloso foi cantado por Nélson Antunes, que encantou o júri, apesar do precalço com o microfone. De acordo com Sérgio, o júnior da família Antunes teve «uma actuação Superstar. Dançaste bem, cantaste afinado, interpretaste esta canção à tua maneira e ultrapassaste a questão do microfone de forma muito profissional.»

Uma verdadeira bomba rockeira foi a actuação de Catarina Pereira que com a interpretação de «I can get no satisfaction», dos Rolling Stones, arrancou do júri Nélson os maiores elogios: «Cantaste bem esta versão no feminino. Gostei muito. Mesmo que não venças este programa vamos, certamente, ouvir falar de ti no futuro.»

Mafalda Bernardo, a júnior mais júnior do grupo, acusou os medos relativamente ao tempo da música que lhe calhou em sorte, «Summer of 69», de Brian Adams. Sobre a actuação de Mafalda, Tozé Brito referiu: «Fazia-te bem umas aulas de solfejo porque voz tu já tens.»

A segunda parte abriu com Reamon, e a canção «Tonight», bem como com a actuação de João Pedreira, a interpretar «Somebody to love» dos Queen, que encantou o júri. A este propósito, Tozé Brito afirmou: «Grande actuação. Foi de artista.»

Viviana Lourenço interpretou «Who Knew» de Pink. Visivelmente emocionada, Viviana ouviu Tozé Brito dizer-lhe: «Estavas emocionamente frágil e isso afectou-te. Mas é uma mulher de força, por isso, vai em frente»

De seguida foi a vez da família Correia mostrar os seus dotes de artista com «Latina América», dos Jáfumega. A esse propósito, Sérgio referiu: «Esta música mostrou a grande artista que és. Tirando estas duas subidas de nota no final. gostei muito»

Fábia Cardoso deixou toda a gente «Crazy» com a interpretação desta música, original dos Aerosmith. Sobre a júnior Cardoso, Sérgio referiu: «Foi a tua melhor actuação até hoje.»

Vera Feu interpretou U2, com «Where the streets have no name» e Clara de Sousa referiu: «Acho que tinhas o papel mais complicado mas estiveste muito bem. Gosto muito do teu look, uma verdadeira rock star dos anos 80!»

A última actuação da noite foi verdadeiramente extraordinária. Filipa Azevendo interpretou «My Immortal», dos Evanessence. De tal modo que Tozé Brito referiu: "Temos aqui dois anjos, e apareceu um terceiro anjo quando tu cantaste. Parabéns."