OS PRIMEIROS SELOS POSTAIS BRASILEIROS
"The first stamps brasilien"


ALGUNS DOS MAIS BELOS SELOS BRASILEIROS
BRASIL IMPÉRIO (1843-1889)

No dia 1º de Agosto de 1843, em conjunto, todos de cor preta e sem picotagem, foram emitidos os três primeiros selos postais brasileiros.

Esta famosa série, composta por 3 selos, ficou conhecida pelo nome de "Olhos-de-boi" ou "Olhos de Boi" (sem os hifens); em inglês a série é chamada de "Bulls-eyes".

Numeração de catálogos RHM: 1/3, Scott: 1/3. Valores faciais: 30 réis, 60 réis e 90 réis.

Assim, o Brasil passou a ser o 1º país das Américas e o 3º país do mundo a adotar o selo postal adesivo. Ampliada (abaixo), a série "OLHOS-DE-BOI", os primeiros selos postais brasileiros!

O primeiro "Olho-de-boi" tem valor facial de 30 réis (imagens de 2 exemplares acima), o segundo "Olho-de-boi" tem valor facial de 60 réis e o terceiro "Olho-de-boi" tem valor facial de 90 réis (ambos ampliados abaixo).

O Olho-de-Boi de 30 réis deveria ter uma primeira impressão de 6.000.000 unidades, porém sua tiragem final foi de 1.148.994, com remessas para Porto Alegre (31/08), para a província do Espírito Santo (06/09), para São Paulo (14/09) e para Minas Gerais (25/09).

O Olho-de-Boi de 60 Réis teve como tiragem final 1.502.142 de selos e o de 90 réis teve 349.182 selos.

A Bahia foi a província que recebeu o maior número de selos: 61.000 de 60 réis; 24.000 de 30 réis e 18.000 de 90 réis.

Veja: o supremo envelope circulado com a série olhos-de-boi!

Cem anos depois dos "Olhos de Boi", em 01/08/1943, foi emitida uma série de selos, folhinhas e blocos sobre o Centenário do Selo Postal Brasileiro. Numerações dos Selos RHM: C-180/C-182 (filigrana "Q"). SG: 680/682. Folhinhas RHM: F-A3 e F-A4. Blocos RHM: B-7 e B-8 (filigrana "R", emitido sem goma).

O bloco, com imagens alusivas aos três "Olhos-de-boi", mostra seus respectivos valores em centavos (30, 60 e 90 cts), também as efígies de Dom Pedro II (Imperador do Brasil à época do 1º selo postal) e de Getúlio Vargas (Presidente do Brasil entre 1930 a 1954).

O raro bloco B-7 tem altura de margem sempre superior a 100 milímetros. O bloco B-8 tem altura inferior a 100mm ("pequeno").

Centenário do Selo Postal Brasileiro e Exposição Filatélica Nacional - BRAPEX II, emitido em 07/08/1943. Série de 3 selos aéreos RHM: A-48/A-50 e Bloco RHM: B-9. Valor facial: Cr$1, Cr$2 e Cr$5. Selos Algarismos "1", "2" e "5". Yvert PA: 37/39.

volta ao topo

Após os "Olhos-de-boi", seguiram-se os selos conhecidos como "Inclinados", depois os "Verticais" ou "Olhos-de-cabra" (todos ainda sem picotagem e na cor preta) e os "Coloridos" ou "Olhos-de-gato"...

A segunda série de selos brasileiros foi emitida em 01/07/1844, com 7 valores (todos na cor preta) e é conhecida pelo nome de "Inclinados". Valores faciais: 10, 30, 60, 90, 180, 300 e 600 réis. Abaixo, falta apenas o selo de 300 réis da série

RHM: 4/10. Scott: 7/13.

volta ao topo

A 3ª série foi emitida em 1849 (01/01/1850), com 8 selos "Verticais", que também é conhecida como "Olhos-de-cabra" (Goats-eyes). Todos ainda na cor preta e sem picote, com valores faciais de: 10, 20, 30, 60, 90, 180, 300 e 600 réis. Abaixo, a série completa, sendo que alguns exemplares são mostrados nas variedades par e terno vertical.

RHM: 11/18. Scott: 21/28.


CURIOSIDADE

A 4ª série foi emitida entre 01/07/1854 a 1861, com 4 selos "Coloridos", atualmente, também conhecidos como "Olhos-de-gato". Valores faciais: 10 réis (azul claro), 30 réis (azul claro), 280 réis (vermelho) e 430 réis (amarelo) - esses dois últimos foram selos destinados à correspondência para a Europa...

A série completa tem a numeração de catálogo RHM: 19/22.

Abaixo (lado direito da tela), apenas um exemplar da série, o selo de 280 réis obliterado (RHM: 21), ainda sem denteação. Parece que depois desta emissão, os selos começaram a ter picote, pois os selos de números 12 a 22 desta série existem com picotagem...

Do lado esquerdo da tela, um selo da série de 2 valores emitida em 01/08/1961, sobre o Centenário dos Selos Coloridos (RHM: C-466/C-467, Yvert: 710/711).

Em seu interior podemos ler: "Centenário do Ôlho de Cabra"... Por quê?

Antigamente, os selos conhecidos por esta denominação abrangiam emissões de 17 anos, ou seja, selos de 1849 até 1866, quando se passou a mostrar a efígie de Dom Pedro II impressa neles.

Acredito que foi em meados dos anos 60 que os meios filatélicos começaram a se referir aos selos coloridos como "olhos de gato"...

Entretanto, existem sites filatélicos informando que os selos RHM: C-466 e C-467 contém um "lamentável engano" porque trocaram "gatos" por "cabras"...

O que não é verdade, pois foi após esta emissão que os antigos selos coloridos passaram a se chamar Olhos de Gato, conforme se pode ler em livros especializados...

volta ao topo

Entre 1866 a 1884, as emissões mostravam a efígie de Dom Pedro II (39 selos). As distintas séries são conhecidas pelos nomes: "Barba Preta", "Percê", "Barba Branca", "Auriverde", "Cabeça Pequena", "Cabeça Grande", "Fundo Cruzado e Linhado" e "Cabecinha".

Abaixo, a título de ilustração, um ou mais selo de cada série...

01/07/1866: 5ª série (7 selos): Dom Pedro II - Denteados, também conhecida como "Barba Preta". Valores faciais: 10 réis (vermelho), 20 réis (castanho lilás), 50 réis (azul), 80 réis (violeta), 100 réis (verde, com 4 tipos), 200 réis (preto) e 500 réis (laranja). Esta série foi gravada e impressa na American Bank Note Co., em Nova Iorque - Estados Unidos. RHM: 23/29. Yvert: 23/29.

Abaixo, o selo de 100 réis e um par do 500 réis - último valor da série.

A 6ª série (7 selos) foi emitida em 01/07/1876: Dom Pedro II - "Percê" (denteado em linha). RHM: 30/36.

A 7ª série (10 selos) foi emitida em 1877/1878: Dom Pedro II - "Barba Branca" - Pêrce. RHM: 37/46.

  1. 10 réis (vermelho)
  2. 20 réis (castanho lilás)
  3. 50 réis (azul)
  4. 80 réis (violeta negro - nº 33)
  5. 100 réis (verde, com dois tipos 2a)
  6. 200 réis (preto)
  7. 500 réis (laranja)
  1. 10 réis (vermelho)
  2. 20 réis (violeta)
  3. 50 réis (azul)
  4. 80 réis (carmim)
  5. 100 réis (verde)
  6. 200 réis (preto)
  7. 260 réis (castanho)
  8. 300 réis (ocre)
  9. 700 réis (castanho)
  10. 1.000 réis (cinza)

Entre eles, destaca-se a 8ª série (2 selos) emitida em 21/08/1878: D. Pedro II - "Auriverde". Valor facial: 300 réis (verde /amarelo). Foi impresso na Continental Bank Note. O selo de número 47B é similar ao outro, só que foi feito com papel mais fino. RHM: 47/47B.

Primeiro selo bicolorido do Brasil!
The First 2 Colours Brazilian Stamp

Do lado esquerdo da tela, o selo 47 e, do lado direito, o selo em papel fino não emitido 47B.
47B: Auriverde type, unissued stamp, fine paper and not listed at the Scott Catalogue.

#47
#47B
Imagens extraídas do site: http://www.oselo.com.br/
volta ao topo

15/07/1881: 9ª série (3 selos): Dom Pedro II - "Cabeça Pequena". Valores faciais: 50 réis (azul), 100 réis (verde oliva) e 200 réis (castanho alaranjado). RHM: 48/50. Yvert: 48/50 (papier vergé - den. 13).

1882/1885: 10ª série (7 selos): Dom Pedro II - "Cabeça Grande". Valores faciais: 10 réis (preto), 10 réis (laranja), 50 réis (azul), 100 réis (verde, com linhas horizontais), 100 réis (verde, com linhas verticais), 200 réis (castanho claro) e 200 réis (lilás rosa). RHM: 51/57. Yvert: 51/56.

1883: 11ª série (2 selos): Dom Pedro II - "Fundo Cruzado e Linhado". Valores faciais: 100 réis (lilás, cruzado) e 100 réis (lilás, linhado). RHM: 58/59. Yvert: 57/58.

19/06/1884: 12ª série (1 selo): Dom Pedro II - "Cabecinha". Valor facial: 100 réis (lilás cinza). RHM: 60.

1884/1888: 13ª série (9 selos): Tipos "Cifra", Cruzeiro do Sul, Corôa Imperial, Pão de Açúcar. Valores faciais: 20 réis (verde russo), 20 réis (oliva esverdeado), 50 réis (ultramar cinza), 100 réis (lil. cif. branca), 100 réis (idem cif. cheia), 300 réis (ultramar cinza), 500 réis (oliva), 700 réis (violeta) e 1.000 réis (azul a ultramar).... RHM: 61/69.

BRASIL REPÚBLICA (20/11/1889)

Com a Proclamação da República em 20 de Novembro de 1889, logicamente D. Pedro II e a Coroa Imperial deixaram de ilustrar as peças filatélicas e a imagem de uma cabeça feminina passou a "representar" a liberdade... Veja a Carta Bilhete: Alegoria da República!

Assim nasceram os selos "Alegoria Republicana" e, em seguida, os selos que mostram a constelação "Cruzeiro do Sul"...

20/01/1890: "Selos Cruzeiros" (tipos mais comuns). Valores faciais: 20 (verde azulado), 50 (verde cinza), 100 (lilás), 200 (violeta), 300 (violeta cinza), 500 (cinza oliva), 700 (castanho avermelhado) e 1.000 réis (ocre). RHM: 70/77.

16/06/1890: "Cruzeiro" - Tipografado. Valor facial: 100 réis (lilás pálido). RHM: 78.

Em 01/05/1891, foi emitido o primeiro selo bicolorido impresso no Brasil, conhecido como "Tintureiro". Valor facial: 100 réis (azul e vermelho). Abaixo, bloco de 6 selos com um "tête-bêche" (lado esquerdo da tela) e um par com quadro invertido (lado direito). RHM: 79. Scott: 109A.

18/01/1893: Alegoria da Liberdade - Tipo "Cabecinha". Valor facial: 100 réis (vermelho e rosa). RHM: 80.

20/09/1894-1897: "Madrugada Republicana" (tipos mais comuns). Os 10 selos tem valores faciais de: 10 (1894 - rosa e azul), 20 (1897 - laranja e azul), 50 (1884 - azul e azul), 100 (1884 - rosa e preto), 200 (1897 - laranja e preto), 300 (1897 - verde e preto), 500 (1897 - azul e preto), 700 (1897 - violeta e preto), 1.000 (1897 - verde e mal.) e 2.000 réis (1884 - papel gessado). RHM: 81/90.

1897: Tipos de 1894 - Modificados. RHM: 91/93.

1900: Tipos de 1894 - Novas Cores. RHM: 94/98.

volta ao topo

1º Selo e 1º Bloco Comemorativo do Brasil

Primeira Série de Selos Postais Comemorativos do Brasil

Os primeiros selos comemorativos foram emitidos em 01/01/1900 numa série de 4 valores que celebravam o 4º Centenário do Descobrimento do Brasil, por Pedro Álvares Cabral. Este foi o ano em que o país iniciou o serviço de "colis-postaux" - encomendas internacionais...

Acima, a série completa dos primeiros selos comemorativos (RHM: C-1/C-4), com valores faciais de 100 réis (vermelho), 200 réis (verde), 500 réis (azul) e 700 réis (verde).

Abaixo, ampliado e obliterado, o 1º Selo Comemorativo do Brasil! RHM: C-1. SG: 226.

O primeiro carimbo comemorativo apareceu em 1904, em Curitiba, no Estado do Paraná (PR), durante a "Exposição do Paraná", evento que comemorou os 50 anos da emancipação política do Estado... Por favor, você tem a imagem desse carimbo para ilustrar esta página?

Pouco depois disso, foi realizada em 23/07/1907, uma emissão comemorativa com repercussão no exterior... A série com dois valores marca o 3º Congresso Panamericano - ocorrido no Rio de Janeiro. Valor facial: 100 réis (carmim) e 200 réis (azul). RHM: C-5/C-6. Yvert: 126/127.

O primeiro bloco comemorativo surgiu em 22/10/1938, em comemoração à 1ª Exposição Filatélica Internacional - "BRAPEX", no Rio de Janeiro. O Bloco com 10 selos no valor facial de 400 réis cada, mostra Sir Rowland Hill. RHM: B-1.

volta ao topo

As emissões ordinárias que por maior espaço de tempo conservaram os mesmos desenhos para cada valor de taxa postal, são as que nos meios filatélicos são conhecidas sob a designação de "Vovó" - nome dado devido a sua longa existência: 1920 a 1941...

Até 1968, a grande maioria dos selos comemorativos brasileiros tinha impressão em uma só cor, com as mesmas técnicas e deficiências dos selos ordinários.

Nesse ano, começaram a ocorrer melhorias significativas no processo de impressão, especialmente no que se referia ao tipo de papel, às técnicas utilizadas e aos mecanismos de segurança contra falsificações.

A partir da criação da ECT, em 1969, artistas plásticos e desenhistas promissores foram contratados para melhorar a qualidade das nossas emissões comemorativas e a Casa da Moeda do Brasil foi reequipada para garantir uma impressão compatível com o novo padrão, dentre as providências que foram adotadas para incrementar a Filatelia.

Como decorrência da modernização em sua concepção artística, os selos brasileiros tornaram-se mais atraentes e competitivos, obtendo importantes prêmios internacionais.

Entrada principal !
Última atualização: 05/09/2007.
volta ao topo

BRASIL MAPA GIRAFAMANIA
PRÊMIOS DOS CORREIOS