Regina
Nasci: 14/03
Versão 4.5
Curitiba-PR

Esposa, mãe, mulher que ri, chora,
sofre, voa, viaja, luta, perde, tropeça,
cai, levanta e tira sarro de si mesma...
Muito prazer!
Sou eu mesma...



¤Blogando desde 08/04/2004¤



Sejam bem vindos!


Este é o espaço do nosso encontro.
Boa oportunidade de diminuir as distâncias, aproximar o que pensamos, o que sentimos.
Lugar interessante para confessar nossos amores, nossas dores, nossos rancores e outras coisas que não cabem nesta rima.
A vida é este curto espaço de tempo situado entre o que agora podemos, e o que ainda não nos pertence.
Eu gosto de encontrar pessoas...
Os encontros são oportunidades únicas que nos possibilitam a superação do conhecimento aparente.
O que vale à pena em nós, insiste em permanecer oculto.
Vamos ao desvelamento...
Com alegria eu os recebo.
Espero poder chamá-los de amigos...




Meus Amigos

Abre Meus Olhos-Pra Neide-Nilópolis/RJ

Alma Cigana-Grace/Alagoas

Anjo Eterno-Drika/SP

Além Tejo2-Bitu-Lisboa/PT

Alícia Little Girl-Salvador/BA

A Lua e Eu-Ane

Amigos da Ane-Wiviane/RJ

Amor e Amizade-Rosa/JP

Amores Meus-Eliana/SP

Andarilha Descalça

Anjinhos de Luz-Rita

Aproveitar a vida-Sandra Maria-SJP/PR

Arte e Magia no PSP-Kika

BBzão Car - Bbzão-Jundiaí/SP

Blog da Debbie/RJ

Blog da Marciley/SP

Blog da Rose/RJ

Blog da Wivian/RJ

Blog das Amigas-Máris e Beth/MG

Blog do Tigrão/RJ

Bloguei-Drica

Cantinho da Nil-Nilza/MG

Cantinho dos Anjos-Rosângela/RJ

Cantinho dos Sonhos-Eliane

Cantinho Novo da Tati-Tatiana/RS

Casal de Lobos-Mary e Jairo

Católica com Amor-Nilcéia

Chão de Estrelas-Selene

Cigana’s Gifs-Giovana-Jundiaí/SP

Cláudia Pit-Araras/SP

Clube da Cozinha-Lela

Clube da Melhor Idade

Cris Sueta Artes

Cristiny On Line

Cwn go deo-Taliesin-Santos/SP

Déia Cute-Andréia/BA

Delícias da Rosinha/RJ

Diário da Bella Nika-BH/MG

Diário da Mary

Diário da Sylmara

Diário de uma Paixão-Soraia-Florianópolis/SC

Doce paixão-Gorete

Entre Amigos

É Show-Giselle/DF

Escrivinhando com o Coração-Smareis-ES

Espelhos da Alma-Sandra Regina

Eternamente Elô/MG

Eu não sou palhaço-Jorge/SP

Flores, Elfos e Anjos-Sindarin/PT

Flores e Poesia-Catia Fortaleza/CE

Gatinhos Voadores-Aldora-Lisboa/PT

Gifs Daisuki-Chris Saudade/JP

Gifs pra você-Denise

Helpsmimostar-Mary Help

I love my babys-Elaine-Santos/SP

Itay no País das Maravilhas-Jucimara

Janela Aberta-Collybry/PT

Janela dos Sonhos-Melissa

Leucemia lição de vida-Sandra Nery

Livre Pensamento-Tetê-Araruama/RJ

Louca por Net-Nadja-Petrópolis/RJ

Love Jesus-Suzete-Sorocaba/SP

Lua em Poemas-Nancy/MG

Lua Mágica-Tânia Rúbia/RJ

Lutando pela Vida-M Julia-Rib Claro/PR

Luz de Luma

Mãe Coruja e Feliz-Verinha-SJC/SP

Magia Gifs-Li

Mds Kids

Meu Cantinho-Patty/PT

Meu cantinho colorido-Sandra/Itália

Meu Cantinho Mágico-Cilene-Juiz de Fora/MG

Mensagens da Zica

Meu Universo-Edi/SP

Meus Momentos-Ana Sandra

Meus Pensamentos-Paty/França

Meus Sonhos-Gorete-Rio de Janeiro/RJ

Meus Tesouros-Patrícia

Minhas Escolhas-Flávia Daniela

Minhas Idéias-Marta Matos/Bahia

Momentos de Sonhar-Ce

Mom Kakau-Carla-Curitiba/PR

Mulheres de Preto-Daniele

Mundo Animal2-Fátima

Mundo de Juliana-Ju

Mundo de Lunn@

Mundo dos Sonhos-Nylda/PT

Mundo Poético-Anny

My Melody-Marcia Lauria/RJ

Nany Show-Adriana

O apanhador de sonhos-Bené

O cantinho da Carolina/PT

Olhando a Vida de Frente-Lucia-Rio de Janeiro/RJ

Olhar Indiscreto-Collybry/PT

O Mundo é de quem faz-Edimar Suely/RJ

O teu doce olhar–Maria/PT

Páginas Viradas-Samara Angel

PDivulg-Paulo/PT

Pedaços de Mim-Cris-Rio de Janeiro/RJ

Perfumes do Amor-Suely/MG

Petite Chérie Blog-Cris-Cajamar

Poder do Povo Preto-Susuka

Polly Cute-Pollyanna-Georgia/EUA

Primeiro Blog-Ferreira Santos/PT

Princesa Mariana

Relatos e Atos-Deisy-Salvador/BA

Retalhos da Alma-Anne

Retalhos de Açucena-Susana

Rê Vivendo-Regina

Rosa Anja-Rosângela/PB

Rosa Angelical-Rosângela/SJRP/SP

Secreta/PT

Sem grilo-Vivian

Síndrome de Sjögren-Tucha-PT

Simplismente minha vida-Deisy-Salvador/BA

Sonho de uma sonhadora-Meire/SP

Sonhos Virtuais-Melissa/RJ

Sou Loba-Iara/RS

Sweet Cantinho-Simone-Recife/PE

Tucanoe.com

Tudo de Mim-Esmênia/SP

Turbilão de Sentimentos Anderson

Uivos da Loba-Keila-Fortaleza/CE

Versos e Prosa-Iara/BA

Vertentes de Mim-Ivan

Virtual realidade-Isa e Luís/PT

Visão Masculina-Paulo-Araras/SP





Meus Selos


¤Linke-me¤



¤Meu Award¤




Eu ouço

Fidelity - Regina Spektor





Curitiba





Click for Curitiba, Brazil Forecast










On line




Acessos



Obrigada por sua visita!
Você já esteve aqui






Créditos







Este blog contém além de criações próprias, imagens, textos e canções que foram coletadas da internet, sem nenhuma restrição ao uso público.
Caso você saiba de algum post aqui publicado, sem identificação de autoria, peço-lhe, que me informe para dar os devidos créditos.
Este é um blog do bem.









Alimente os Peixes










Desculpem a minha ausência

Já está chegando a hora de ir
Venho aqui me despedir e dizer    
Em qualquer lugar por onde eu andar
Vou lembrar, de você...

Só me resta agora dizer adeus
E depois o meu caminho seguir  
O meu coração aqui vou deixar
Não ligue se acaso eu chorar
Mas agora, adeus...

Não é o fim do Bella Mistura, é apenas uma pausa. 
Estou com novas metas, novos objetivos, um novo caminho... 
Estou bem e feliz!

Deixo aqui meu agradecimento e carinho por vocês.
Até sempre!


:: Recadinhos:: 60

Post by: Regina
Postado em 24 de Julho de 2008.


As formigas

Observando algumas formigas no jardim aqui de casa, percebi que todas seguiam uma mesma rota carregando folhas maiores que elas mesmas, mas, seguiam firme em direção ao formigueiro que descobri poucos passos adiante, o que para elas deveria representar uma grande viagem.
De repente percebo que uma delas está com uma folha exageradamente grande nas costas, deveria ser pelo menos vinte vezes maior que ela, e seu esforço era notado a distância. Fiquei ali imaginando o orgulho dessa formiga presunçosa, carregando aquela folha gigantesca e como ela deveria estar ansiosa em mostrar a formiga rainha como ela era forte, como ela era capaz, quem sabe até ganharia uma promoção?
Enquanto a fila de formigas seguia em direção ao formigueiro, essa formiga girava em volta de si mesma, sem conseguir sair do lugar, seu esforço era tão grande que mal avançava um passo, voltava dois para trás, estava tão cega, tão entretida na sua luta de carregar aquele mundão nas costas que nem percebeu que todas as formigas largaram as folhas para escapar do pé de um menino que vinha correndo atrás de uma bola.
As formigas escaparam por pouco, mas nossa amiguinha não teve a mesma sorte, morreu esmagada, agarrada a sua folha gigante.
Assim como a formiga, nós seres humanos inteligentes e sensíveis, vez em quando queremos carregar mais coisas em nossas costas que podemos suportar, os problemas dos outros, as dores do mundo e a ganância de querer sempre mais, de ser mais e melhor e quando acordamos para a realidade estamos esmagados pelo peso de nossa insensatez.
Cuide mais de você, o dia passa, as pessoas passam, o tempo passa, mas você fica.
Você será a sua eterna companhia, todos podem até fugir de você, mas você não pode fugir desse encontro com você mesmo, com a sua paz interior, com a sua felicidade.
Por amor a você, carregue apenas a sua mala, e de preferência, o mais vazia possível!

(Paulo Roberto Gaefke)


:: Recadinhos:: 20

Post by: Regina
Postado em 25 de Junho de 2008.


Juventude Eterna

Essa história que eu vou contar agora aconteceu com uma mulher inteligente que estava fazendo uma palestra. Diz ela:
"Mês passado participei de um evento sobre o Dia da Mulher, era um bate-papo com uma platéia composta de umas 250 mulheres de todas as raças, credos e idades. E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi.
Foi um momento inesquecível...
A platéia inteira fez um 'oooohh' de descrédito.
Aí fiquei pensando: Pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho?
Onde é que nós estamos?"

Onde não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado "juventude eterna". Estão todos em busca da reversão do tempo.
Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas.
Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas mesmo em idade avançada.
A fonte da juventude chama-se mudança.

De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora. A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas.
Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos. Mudança, o que vem a ser tal coisa?

Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho. Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e, mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada. Rejuvenesceu.

Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos. Rejuvenesceu.

Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol. Rejuvenesceu.

Toda mudança cobra um alto preço emocional.
Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza.
Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna. Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho. Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.

Olhe-se no espelho...

(Martha Medeiros)


:: Recadinhos:: 23

Post by: Regina
Postado em 03 de Junho de 2008.


Para o resto de nossas vidas

Existem coisas pequenas e grandes coisas que levaremos para o resto de nossas vidas.  Talvez sejam poucas, quem sabe sejam muitas.  Depende de cada um, depende da vida que cada um de nós levou.
Levaremos lembranças, coisas que sempre serão inesquecíveis para nós, coisas que nos marcarão, que mexerão com a nossa existência.  Provavelmente, iremos pela vida afora colecionando essas coisas, colocando em ordem de grandeza cada detalhe que nos foi importante, cada momento que interferiu nos nossos dias e que deixou marcas.
Marcas...   Umas serão mais profundas, outras superficiais, porém todas com algum significado.  Serão detalhes que guardaremos dentro de nós e que se contarmos para outros talvez não tenha a menor importância, pois só nós saberemos o quanto foi incrível vivê-los.
Poderá ser uma música, quem sabe um livro, talvez uma poesia, uma carta, um Natal, uma viagem, uma frase que alguém tenha nos dito num momento certo. Quem sabe uma amizade incomparável, um sol que foi alcançado após muita luta, algo que deixou de existir por puro fracasso.
Pode ser simplesmente um instante, um olhar, um sorriso, um perfume, um beijo...
Para o resto de nossas vidas levaremos pessoas guardadas dentro de nós. Umas porque nos dedicaram um carinho enorme, outras porque foram o objetivo do nosso amor. Outras ainda por terem nos magoado profundamente.
Lá na frente é que poderemos realmente saber a qualidade de vida que tivemos. Bem lá na frente é que poderemos avaliar do que exatamente foi feita a nossa vida, se de amor ou de rancor, se de alegrias ou tristezas, se de vitórias ou derrotas, se de ilusões ou realidades.
Pensem sempre que hoje é só o começo de tudo, que se houver algo errado ainda está em tempo de ser mudado e que o resto de nossas vidas, de certa forma, ainda está em nossas mãos.

(AD)


:: Recadinhos:: 24

Post by: Regina
Postado em 21 de Maio de 2008.


Hoje minha cidade natal faz 100 anos.
Parabéns Ribeirão Claro!


Eu tenho saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros, quando escuto uma voz, quando me lembro do passado, eu sinto saudades...
Sinto saudades de amigos que nunca mais vi, de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...
Sinto saudades da minha adolescência do meu colégio, do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro, do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...
Sinto saudades do presente, que não aproveitei de todo, lembrando do passado e apostando no futuro.
Sinto saudades do futuro, que se idealizado, provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser.
Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei, de quem disse que viria e nem apareceu; de quem apareceu correndo, sem me conhecer direito, de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.
Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito; daqueles que não tiveram como me dizer adeus; de gente que passou na calçada contrária da minha vida e que só enxerguei de vislumbre; de coisas que tive e de outras que não tive mas quis muito ter; de coisas que nem sei que existiram.
Sinto saudades de coisas sérias, de coisas hilariantes, de casos, de experiências...
Sinto saudades do cachorrinho que eu não tive um dia e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer, dos livros que li e que me fizeram viajar, dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar, das coisas que vivi e das que deixei passar, sem curtir na totalidade.
Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que, não sei onde, para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...
Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades em japonês, em russo, em italiano,  em inglês, mas que minha saudade, por eu ter nascido no Brasil, só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.
Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria, espontaneamente, quando estamos desesperados, para contar dinheiro, fazer amor e declarar sentimentos fortes, seja lá em que lugar do mundo estejamos.
Eu acredito que um simples "I miss you", ou seja lá como possamos traduzir saudade em outra língua, nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.
Talvez não exprima, corretamente, a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas.
E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra para usar todas as vezes em que sinto este aperto no peito, meio nostálgico, meio gostoso, mas que funciona melhor do que um sinal vital quando se quer falar de vida e de sentimentos.
Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis, de que amamos muito o que tivemos e lamentamos as coisas boas que perdemos ao longo da nossa existência...
Sentir saudade, é sinal de que se está vivo!

(Clarice Lispector)


:: Recadinhos:: 8

Post by: Regina
Postado em 13 de Maio de 2008.


Ontem estive na noite de autógrafos do livro "Amigo Somos muitos, mesmo sendo dois" do Pe. Fábio de Melo. Que noite abençoada!

A vida fica muito mais bonita quando partilhada.
Tanto as alegrias quanto as tristezas são realidades que não foram feitas para serem vividas na solidão. É na partilha do que é triste que nos preparamos para a superação, e é na partilha da alegria que nos tornamos capazes de prolongá-la no tempo.
Nós sempre precisamos de amigos; gente que seja capaz de nos indicar direções, despertar o que temos de melhor e ajudar a retirar os excessos que nos tornam pesados.
É bom ter amigos. Eles são pontes que nos fazem chegar aos lugares mais distantes de nós mesmos.
(Pe.Fábio de Melo,scj)

Fábio de Melo é Padre, professor de teologia, cantor, compositor, escritor e apresentador do Programa "Direção Espiritual" na TV Canção Nova, todas as quintas-feiras às 22:30 hrs


:: Recadinhos:: 12

Post by: Regina
Postado em 07 de Maio de 2008.


A Borboleta Azul

Havia um viúvo que morava com suas duas filhas curiosas e inteligentes.
As meninas sempre faziam muitas perguntas. Algumas ele sabia responder, outras não.
Como pretendia oferecer a elas a melhor educação, mandou-as para passar as férias com um sábio que morava no alto de uma colina.
O sábio sempre respondia todas as perguntas sem hesitar.
Impacientes com o sábio, as meninas resolveram inventar uma pergunta que ele não saberia responder.
Então, uma delas apareceu com uma linda borboleta azul que usaria para pregar uma peça no sábio.
- O que você vai fazer? - perguntou a irmã.
Vou esconder a borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta.
Se ele disser que ela está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar.  Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la.
E assim qualquer resposta que o sábio nos der estará errada!
As duas meninas foram então ao encontro do sábio, que estava meditando.
- Tenho aqui uma borboleta azul.  Diga-me sábio, ela está viva ou morta? Calmamente o sábio sorriu e respondeu:
- Depende de você... ela está em suas mãos.

(AD)

Assim é a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado.
Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos (ou não conquistamos). Nossa vida está em nossas mãos, como a borboleta azul... Cabe a nós escolher o que fazer com ela.


:: Recadinhos:: 9

Post by: Regina
Postado em 30 de Abril de 2008.


Queridos Amigos

Há alguns dias, numa visita de rotina ao meu oftalmologista, levei um susto grande.  Ele disse que tinha algo errado na retina do meu olho esquerdo e me mandou imediatamente a um especialista, não era para esperar nem o dia seguinte.
Apesar de não sentir o chão consegui chegar ao outro consultório.
Fiz inúmeros exames caríssimos, e minhas preces foram atendidas. Há algo errado sim! Talvez um trauma de uma bolada, uma infecção que deixou seqüela... não sabemos bem o que. Mas nada grave.
Senti muito medo do desconhecido, ele é nosso maior inimigo, pois quando sentimos medo, nossa mente constrói inúmeras teorias baseadas naquilo que conhecemos.
Por nenhum momento minha fé foi abalada, senti a presença divina a cada exame, a cada resultado...
Obrigada Senhor, por alimentar a minha Fé.

Numa terra em guerra havia um rei que causava espanto. Sempre que fazia prisioneiros, não os matava, levava-os a uma sala onde havia uma imensa porta de ferro, sobre a qual viam-se gravadas figuras de caveiras cobertas por sangue. Nesta sala ele os fazia enfileirar-se e dizia-lhes então:
-Vocês podem escolher entre morrer a flechadas ou passarem por aquela porta que será trancada logo após sua passagem.
Todos escolhiam serem mortos.
Ao terminar a guerra, um soldado que por muito tempo servia ao rei se dirigiu ao soberano:
- Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?
- Diga soldado.
- O que havia por detrás da assustadora porta?
- Vá e veja você mesmo.
O soldado então, abre vagarosamente a porta e na medida em que o faz, raios de sol vão adentrando o ambiente. E finalmente, ele descobre, surpreso, que a porta se abria sobre um caminho que conduzia à liberdade.
O soldado, admirado, apenas olha seu rei, que diz:
- Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a se arriscar a abrir esta porta.

Quantas portas deixamos de abrir pelo medo de arriscar? Quantas vezes perdemos a liberdade e morremos por dentro, apenas por sentirmos medo de abrir a porta?
Desejo que você comece vencer todos os medos, que te impedem de sonhar e realizar...



:: Recadinhos:: 19

Post by: Regina
Postado em 24 de Abril de 2008.


A arte de não adoecer

Se não quiser adoecer - "Fale de seus sentimentos"
Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam
em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia.

Se não quiser adoecer - "Tome decisão"
A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer - "Busque soluções"
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer - "Não viva de aparências"
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a
impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho
etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer - "Aceite-se"
A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com
que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de
uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer - "Confie"
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer - "Não viva sempre triste"
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o
ambiente em que vive.
"O bom humor nos salva das mãos do doutor"
Alegria é saúde e terapia

(Dr. Dráuzio Varella)

"Alimente o corpo para hoje... Alimente o espírito para a eternidade"


:: Recadinhos:: 14

Post by: Regina
Postado em 13 de Abril de 2008.


4 anos de
Bella Mistura

Comecei a blogar fazendo o estilo "meu diário" contando onde fui, o que fiz...
Nesses 4 anos, ri, chorei, fui confortada, me emocionei, senti vontade de parar, fui incentivada...
Momentos tristes e felizes, trechos de minha vida ficaram registrados do que me aconteceu ou do que acreditei. Aprendi muito, mas ensinei também.
Conquistei amizades e muitas delas verdadeiras, que Graças a Deus ultrapassaram a barreira do virtual.

Descobri que para  blogar é preciso duas coisas: Tempo livre e idéias. Infelizmente, essas duas coisas têm me faltado ultimamente.
Não me basta escrever palavras, não me basta a troca de mimos, não basta troca de visitas apenas para deixar um oi, sem ler os posts e deixar um comentário de acordo com o que foi postado.
Já fiz posts sobre um falecimento, e recebi comentários tipo: Seu blog é lindo, passa no meu! Vota no meu blog! Pega meu award!
Necessito de tempo e disposição, pois blogar é uma arte, é tocar o coração do outro, seja nas horas tristes ou felizes.
Em cada post deixo um pedacinho de mim, são palavras não vistas pelos olhos, mas com o coração. As coisas que são vistas passam. Somente as invisíveis são eternas.

Hoje quero deixar minha homenagem a todos que nestes 4 anos passaram pelo Bella Mistura, principalmente aos que eternizaram nossa amizade.
Quisera ter dois braços virtuais neste momento para  lhes abraçar e dizer:  Muito obrigada!

"Blogar é a busca do infinito"


:: Recadinhos:: 12

Post by: Regina
Postado em 08 de Abril de 2008.


1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67

Página 1 de 67