...

 

.....................................................................Obra: Fundação de São Paulo
......................................................................Pintor: Oscar Pereira da Silva
O gigante em traje de gala

São Paulo comemora seus 450 anos estampando na face multicultural de seu povo o retrato de maior cidade do país e da América do Sul e a quarta maior de todo o mundo; marca de resistência da gente ilustre, iluminada e anônima que alimenta esta cidade campeã, mãe dos brasileiros, locomotiva do país e coração do Brasil. De pequeno vilarejo se fez gigante com sua força econômica resistente às adversidades.
Muitos personagens passeiam pela memória deste gigante chamado São Paulo e quase sempre no papel de simples figurante. O português João Ramalho é um destes personagens. Vivia por estas terras a muito tempo, antes mesmo da chegada de Martim Afonso de Sousa em São Vicente (1532), poderia ser considerado, de fato, pai deste gigante.
Foi ele quem abriu passagem e ensinou o caminho do Planalto Paulista aos padres jesuítas, e ele quem venceu a resistência indígena e tornou-se senhor dos campos de Piratininga, onde, em 25 de janeiro de 1554, os padres Manoel da Nóbrega e José de Anchieta fundaram o Real Collegio de São Paulo.


Década de 60
e quem vende outro sonho feliz de cidade
aprende de pressa a chamar-te de realidade
porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

.........................................................(Caetano Veloso)
Esta salada de frutas chamada São Paulo

Abriga hoje mais de 5% do povo brasileiro em seus 1.525 quilômetros quadrados. São 10,6 milhões de habitantes, apenas na capital, sem somar a população da Grande São Paulo. Em 2000, eram quase três milhões de lares e quatro mil escolas de nível fundamental e médio.
São Paulo tem mais de 7,1 milhões de eleitores.
Em 1998, de acordo com dados do IBGE, 233.868 bebês vivos nasceram, 73.420 pessoas morreram, houve 46.290 casamentos, 8.524 divórcios e 6.466 separações judiciais. Naquele mesmo ano, havia quase 400 mil empresas atuantes na capital paulista.
Os trabalhadores de São Paulo recebiam por mês (salários ou outras remunerações) em 1998 um total de R$ 40 bilhões.
Segundo a (Anfavea), de cada quatro veículos que circulavam em 1997 no Brasil, um estava na capital paulista. A cidade tem uma frota de cerca de cinco milhões de carros (licenciados) e uma circulação diária de aproximadamente três milhões de veículos.
A malha viária total da cidade é de cerca de 14 mil quilômetros e os motoristas paulistanos podem atravessar mais de 55 mil cruzamentos. Em 2000, segundo o Detran, 5.155 pessoas morreram em acidentes de trânsito na cidade.
A metrópole tem mais de 50 shopping centers - considerados como a "praia do paulistano". Além disso, possui 265 salas de cinema, 92 teatros, mais de 70 museus, 11 centros culturais, salas de exposições e centenas de danceterias e barzinhos.
São Paulo, chamada de Capital Mundial da Gastronomia, supera cidades como Londres e Paris, com cerca de 12,5 mil restaurantes e 15 mil bares, com 46 tipos de cozinha, de todas as partes do mundo.
Desembarcam em São Paulo, por mês, 1,345 milhão de pessoas, atraídas principalmente pelo Turismo de Negócios, que movimenta 90 mil eventos por ano na cidade, com 15 milhões de participantes, cerca de 75% dos eventos do País.

Das 170 feiras organizadas por ano em todo o Brasil, 107 são realizadas em São Paulo. Para receber tanta gente, há 50 mil vagas nos hotéis. A Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) de São Paulo é a sexta do mundo em volume de contratos negociados, com lances médios diários de US$ 1,8 bilhão.
O Zoológico de São Paulo ocupa uma área de mais de 820 mil metros quadrados de mata atlântica original, aloja as nascentes do histórico Riacho do Ipiranga. As águas formam um lago, no qual várias espécies de aves exóticas podem ser encontradas.
Além dos quase dois mil animais exibidos em recintos semelhantes ao hábitat natural, também podem ser vistos no local animais livres, nativos da região.
Mais de 65 milhões de visitantes já passaram pelo zoológico desde sua abertura, em 1958. Em 1996, o parque atingiu um recorde de 1,5 milhão de visitantes.

Na Paulista os faróis já vão abrir
e um milhão de estrelas prontas pra invadir
os jardins onde a gente aqueceu uma paixão.
Manhãs frias de abril....

...............................................(Costa Neto)

DE ALDEIA a MEGALÓPOLE

Há 450 anos, São Paulo não passava de uma aldeia de índios que no final do século 16, e a população da cidade chegava a 3 mil habitantes; isso sem contar os índios depois virou um colégio e deu origem ao que hoje é a terceira maior metrópole do mundo com números impressionantes:
São 51,5 bilhões como Produto Interno bruto, em dólares
14,2 bilhões Orçamento previsto para 2004, em reais
18 milhões de Pãezinhos consumidos diariamente
5,4 milhões de Veículos em circulação
800 mil Xícaras de café expresso por dia
380 mil Toneladas de lixo por mês
109 mil Lojas (14 mil em shoppings), com 512 mil empregados
93 mil empresas de serviços, com 2 milhões de empregados
49 mil policiais militares e civis
30 mil vigilantes particulares
11,9 mil km de ruas pavimentadas
3,5 mil padarias e confeitarias
1,8 mil agências bancárias
740 unidades de atendimento básico de saúde
396 helicópteros (no Brasil são 955) e 172 helipontos
Fontes: DAC, EMPLASA, FECOMÉRCIO-SP, IBGE, MINISTÉRIO DO TRABALHO, PMSP, SEMPLA, SESVESP, SINDICAFÉ, SINDIPAN

Os Imigrantes em São Paulo
Alemães- 400 mil (na grande SP, incluindo descendentes)
Árabes- 1 milhão (incluindo descendentes)
Argentinos - 5 mil
Armênios -25 mil
Austríacos -5 mil
Chineses - 120 mil
Coreanos - 50 mil (incluindo descendentes)
Cubanos -700
Escandinavos - 1.300
Franceses - 10 mil
Gregos - 50 mil (incluindo descendentes)
Indianos -300
Italianos - 6 milhões (incluindo descendentes)
Japoneses - 465 mil (estimativa)
Judeus -60 mil
Marroquinos -150
Portugueses - 200 mil
Suíços -3.600
Fonte: site Memorial do Imigrante (www.memorialdoimigrante.sp.gov.br)



São Paulo em festa

A grande comemoração dos 450 anos de São Paulo, com a festa de aniversário em 25 de janeiro de 2004 não tem precedentes na cidade. Serão 365 dias de comemorações, com obras, cursos, atividades e eventos tradicionais e especiais. Um dos destaques da programação é a exposição do artista espanhol Pablo Picasso, que será a maior já realizada na América Latina. A abertura está prevista para 28 de janeiro de 2004, no Pavilhão da Oca, no Parque do Ibirapuera. E as cartas inéditas do padre José de Anchieta que chegaram em São Paulo, sob forte esquema de segurança. Elas relatam os detalhes da paisagem, dos costumes e pessoas da nascente cidade de São Paulo, então Vila de Piratininga, na segunda metade do século XVI. Ao todo, são 17 cartas de Anchieta, a primeira delas escrita em 1554. Elas fazem parte do volume "Epistolae Venerabilium", que contém mais de 300 cartas, escritas entre 1553 e 1601 por jesuítas que atuaram na América do Sul, e que também foram trazidas para o Brasil. Guardadas nos arquivos históricos da Companhia de Jesus, no Vaticano, nunca haviam saído de lá até então. Os documentos poderão ser vistos na exposição "Os Empreendedores: de Anchieta aos novos tempos", que começa dia 25 de janeiro no Páteo do Colégio. Os documentos serão expostos com especiais sistemas de ventilação e controle da umidade para que se mantenham em boas condições até a volta, prevista para junho.
Nas ruas da cidade a comemoração do povo deste mundo chamado São Paulo.

São Paulo é minha cidade, é
minha verdade e minha devoção
São Paulo tem o mundo inteiro, tem,
e cabe tudo no seu coração

..............................................(Zé Rodrix)


 
 
 
Galeria de Fotos
(clique para vê-las ampliadas)

























.Copyright© 2001/2004 - Nivaldo Nar„ OnLine - Filiado a FEBRACOS e ACCS -