Manuel Alegre
"Não serei candidato em nome de nenhum partido. Serei candidato por Portugal "

Home
Notícias
EditoriaisCandidato
Biografia
Bibliografia
Antologia Política
Opinião
Discurso Directo
Discurso Indirecto
Pontos de Vista
Campanha
Agenda
No terreno
Sondagens
Estrutura
Apoiantes
Financiamento
Galeria de Arte
Links
Downloads
Manuel Alegre juntou cerca de três centenas de apoiantes no almoço de ontem no Porto (foto Pedro Ferrari/Lusa)
Pré-candidatura de Manuel Alegre suscita grande debate público
[01.02.2010]
O anúncio da disponibilidade de Manuel Alegre para se candidatar a Belém continua a suscitar um grande debate público. Ontem foi a vez de Jorge Coelho declarar, em entrevista ao Correio da Manhã/Rádio Clube Português, o seu apoio a Manuel Alegre: “Se ele for candidato a Presidente da República ficarei muito satisfeito com isso. Claro que voto nele”. Jorge Coelho afirmou ainda que se tivesse actualmente poder de decisão dentro do PS se bateria pelo apoio a Manuel Alegre.
Hoje, após os discursos do 31 de Janeiro, o DN titula que “só Manuel Alegre agitou as comemorações da República”. O editorial do mesmo jornal considera que Alegre “sabe bem que é um candidato challenger” e que está a fazer tudo “como mandam os livros”. O jornal critica o PS por “manter este tema em suspenso, deixando-o arrastar-se”, que é “o mesmo erro de há quatro anos”. Por sua vez Nuno David, coordenador da revista ops!, em artigo no Público de ontem, responde aos ataques de Vital Moreira a Manuel Alegre, recordando que o resultado das eleições europeias mostrou que “Vital Moreira não conseguiu segurar votos à esquerda, não conseguiu captar votos ao centro, e tão-pouco conseguiu captar votos à direita. O PSD e o BE foram os grandes vencedores, e o PS saiu derrotado.”

Veja o editorial do DN AQUI
Veja o artigo de Nuno David AQUI


[outras Notícias] ++