Saving page now... https://www.saocarlosagora.com.br/coronavirus/sca-repudia-uso-de-foto-para-produzir-fake-news-sobre-a-pandemia-de/125561/ As it appears live August 11, 2020 3:02:47 AM UTC
Menu
terça, 11 de agosto de 2020
Coronavírus

SCA repudia uso de foto para produzir fake news sobre a pandemia de Covid-19

01 Mai 2020 - 09h58Por Redação São Carlos Agora
Imagem com a foto do repórter fotógrafico Milton Rogério foi usada para produzir fake news e circula pelo Brasil e o mundo - Crédito: DivulgaçãoImagem com a foto do repórter fotógrafico Milton Rogério foi usada para produzir fake news e circula pelo Brasil e o mundo - Crédito: Divulgação

Uma foto feita em maio de 2017 pelo repórter fotográfico Milton Rogério (in memoriam) foi usada para produzir fake news e provocar pânico na população, por conta da pandemia de Covid-19. O SCA repudia veemente tal atitude.

A imagem circula pelas redes sociais do Brasil e do mundo junto com uma mensagem, que afirmava que caixões vazios eram enterrados na Amazônia.

Várias agências de fact-checking (verificação de fatos) fizeram a apuração e citaram o nome do fotógrafo e do portal São Carlos Agora mostrando a imagem e a matéria com qual a foto tinha relação.

Trata-se de uma reportagem publicada em 30 de maio de 2019. Na época, os policiais do 2º Distrito Policial de São Carlos descobriram um grupo de pessoas que forjou a morte de uma ex-moradora de rua para receber o dinheiro do seguro de vida.

A trama foi planejada por um ex-agente funerário de 47 anos e envolveu seu genro, sua filha e um médico da UPA da Vila Prado. Eles planejam receber de R$ 800 mil a R$ 1,4 milhão com o plano. Os acusados conseguiram uma certidão de óbito em nome da ex-moradora de rua e chegaram a simular o enterro.

Após o golpe ser descoberto pela Polícia Civil, o caixão foi retirado da sepultura e dentro não havia corpo e sim uma pedra e um saco com material semelhante a serragem. Justamente uma foto deste ato foi usada indevidamente.

Todos os envolvidos foram indiciados pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa e respondem ao processo em liberdade.

Foto original foi recortada e usada indevidamente para criar pânico na população. (foto Milton Rogério/arquivo)
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias