Portal São Francisco
Home  Maracanã  Voltar

Maracanã

Maracanã
Maracanã

Maracanã, símbolo mundial da pátria de chuteiras, guarda a história do esporte que é a cara do Brasil

Entre as maravilhas que o Rio de Janeiro possui, encontra-se um dos mais importantes patrimônios turísticos e culturais do país: o Maracanã, o maior estádio do mundo. Na terra do futebol, que faz desse esporte a sua religião, ele é considerado por muitos o “Templo dos Deuses”. Foi construído em 1950 para sediar a Copa do Mundo, e projetado para receber 166.369 pessoas. Hoje, após as reformas, comporta um público de 114.145.

Seu nome oficial, Estádio Jornalista Mário Filho, é uma homenagem a um dos mais importantes jornalistas brasileiros e fundador do Jornal dos Sports. Em 16 de junho de 1950, o Maracanã foi inaugurado com um jogo entre cariocas e paulistas, com o eterno Didi marcando o primeiro gol de placa da história do estádio. Desde então, foi palco de grandes conquistas do futebol brasileiro, dentre elas, a decisão do mundial de clubes em 1963. Naquele ano, cerca de 200 mil pessoas assistiram à vitória do Santos, de Pelé, em cima do Milan, da Itália.

Paixão, emoção e muita adrenalina se misturam nas espetaculares torcidas organizadas, que balançam o estádio levando o público ao delírio. Parada obrigatória de turistas nacionais e estrangeiros, estudantes e visitantes de todas as idades, o gigante tornou-se conhecido mundialmente e perde, em popularidade, apenas para o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar.

O Maracanã não é só show de bola, é também palco de todas as estrelas. Grandes espetáculos musicais foram realizados no local, com a vinda de consagrados ídolos internacionais como Frank Sinatra, Madonna, Rolling Stones, Tina Turner, Prince e Paul MacCarthney. Este último, entrou para o livro dos recordes em 1991, como o show de cantor solo que registrou o maior público da história daquela época. Outros marcos importantes foram a celebração da missa campal em 1980 e o Encontro com as Famílias, em 1997, presididos pelo Papa João Paulo II.

No dia do cinquentenário do Maracanã, em 16/06/2000, foi inaugurado o Hall da Fama, uma homenagem aos 50 jogadores que mais se destacaram ao longo da existência do estádio. Os mais importantes craques da história do futebol imprimiram seus pés em argamassa, deixando suas marcas para a posteridade na calçada da fama. Zico, Roberto Dinamite, Luisinho Lemos, Romário, Quarentinha, Valdo, Pinga, Garrincha, Dida e Bebeto ganharam o título dos dez maiores artilheiros.

A visita guiada compreende o Hall da Fama, Calçada da Fama, Fotos Históricas e Vista Panorâmica.

O complexo esportivo do Maracanã ocupa uma área total construída de 304.284 m² e reúne o Maracanãzinho, onde são realizadas competições esportivas além de espetáculos de entretenimento, o Estádio Célio de Barros e o Parque Aquático Júlio Delamare.

Fonte: www.riotur.rj.gov.br

Maracanã

O Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã, é um estádio de futebol localizado no Rio de Janeiro e inaugurado em 1950, tendo sido utilizado na Copa do Mundo de Futebol daquele ano. Desde então, o Maracanã foi palco de grandes momentos do futebol brasileiro e mundial, como o milésimo gol de Pelé, finais do Campeonato Brasileiro, Carioca de Futebol e Taça Libertadores da América, competições internacionais e partidas da Seleção Brasileira. Foi um dos locais de competição dos Jogos Pan-Americanos de 2007, recebendo o futebol, as cerimônias de abertura e de encerramento.

Maracanã
Estádio Jornalista Mário Filho
Vista aérea do Complexo do Maracanã, com o Maracanãzinho e o Parque Aquático J. Delamare e Célio de Barros, antes do Rio 2007
Vista aérea do Complexo do Maracanã, com o Maracanãzinho e o Parque Aquático J. Delamare e Célio de Barros, antes do Rio 2007 - clique para ampliar
Nome Estádio Jornalista Mário Filho
Apelido "O Maior do Mundo"
"Templo do Futebol"
"Maraca"
Local Rio de Janeiro, Brasil
Construção 2 de agosto de 1948
Inauguração 16 de junho de 1950
Remodelado 1999 a 2000;
2005 a 2007
Proprietário Governo do Estado do Rio de Janeiro
Administrador SUDERJ
Gramado Grama natural (110 x 75 m)
Arquitecto Miguel Feldman, Waldir Ramos, Oscar Waldetaro, Rafael Galvão, Orlando Azevedo, Antônio Dias Carneiro e Pedro Paulo Bernardes Bastos
Equipes mandantes Flamengo e Fluminense;
Botafogo e Vasco em clássicos.
Números
Capacidade 92.000 aproxidamente
Histórico
Público recorde
199.854 torcedores presentes (173.850 pagantes)
(16 de julho de 1950) Brasil 1 x 2 Uruguai
Primeira Partida Seleção Carioca 1 x 3 Seleção Paulista
Primeiro gol Didi (Seleção Carioca)

Ao longo do tempo, no entanto, o estádio também passou a assumir caráter de espaço multiuso ao receber outros eventos como espetáculos e partidas de outros esportes, como o voleibol em uma oportunidade. Após diversas obras de modernização, a capacidade atual do estádio é de 92 mil espectadores, sendo o maior estádio do Brasil.

História

Construção

A construção do Maracanã foi muito criticada por Carlos Lacerda, na época deputado federal e inimigo político do prefeito da cidade, o general Ângelo Mendes de Morais pelos gastos e, também, devido à localização escolhida para o estádio, defendendo que o mesmo fosse construído em Jacarepaguá.

Ainda assim, apoiado pelo jornalista Mário Rodrigues Filho, Mendes de Morais conseguiu levar o projeto para frente. Na área escolhida, situava-se uma arena destinada à corrida de cavalos. A concorrência para as obras foi aberta pela prefeitura do Rio de Janeiro em 1947, tendo como projeto arquitetônico vencedor o apresentado por Miguel Feldman, Waldir Ramos, Raphael Galvão, Oscar Valdetaro, Orlando Azevedo, Pedro Paulo Bernardes Bastos e Antônio Dias Carneiro.

As obras iniciaram-se em 2 de agosto de 1948, data do lançamento da pedra fundamental. Trabalharam na construção cerca de mil e qüinhetos homens, tendo somado a estes mais dois mil nos últimos meses de trabalho. Apesar de ter entrado em uso em 1950, as obras só ficaram completas em 1965.

Inauguração

Sua inauguração deu-se com a realização de uma partida de futebol amistosa entre seleções do Rio de Janeiro e São Paulo no dia 16 de junho de 1950, vencida pelos paulistas por 3 a 1. O meio-campista da equipe carioca Didi foi o primeiro autor de um gol no estádio.

Copa do Mundo de 1950

A Copa do Mundo, intenção principal para a construção do estádio, foi a competição pela qual ocorreu a primeira partida oficial do Maracanã, a 24 de junho de 1950. Vitória do Brasil sobre o México por 4 a 0, com dois gols de Ademir, um de Baltasar e outro de Jair Rosa Pinto. O jogo contou com a arbitragem do inglês George Reader.

Interior do estádio após a reforma concluída em 2007
Interior do estádio após a reforma concluída em 2007 - clique para ampliar

A Seleção Brasileira disputou cinco partidas de seis durante toda a Copa, no Maracanã. Na partida final da Copa do Mundo de 1950 foi registrado oficialmente o público recorde de 199.854 torcedores presentes (173.850 pagantes).[8] Nesta decisão, o Brasil foi derrotado de virada por 2 a 1 para o Uruguai. A derrota em solo nacional ficou marcada na história do povo brasileiro, sendo conhecido popularmente como o Maracanazo.

Décadas de 50 e 60

O primeiro Campeonato Carioca de Futebol com a presença do Maracanã deu-se após a Copa do Mundo, também em 1950. O campeão do ano anterior, o Vasco, que havia cedido oito futebolistas e o treinador para a Seleção Brasileira vice-campeã do mundo, chegava juntamente com o América para o último jogo, em 28 de janeiro de 1951, com chances de ser campeão apenas com o empate.

voltar 123avançar

Sobre o Portal | Politica de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal