@twittess is now following you on Twitter

A curitibana Tessalia Serighelli de Castro tem 21 anos (22 a partir do próximo dia 11), uma filha (Tina, 3 anos) e uma conta com mais de 12 mil seguidores no Twitter, o que a coloca entre os 10 brasileiros mais populares na ferramenta. Se você tem um perfil por lá, é possível que, nas últimas três semanas, tenha recebido o e-mail “@twittess is now following you on Twitter” em sua caixa de entrada.

Tessalia passou a usar o Twitter com mais afinco há pouco tempo. Quase ninguém a conhecia. Mas, desde 13 de março, ela tem adicionado centenas de perfis por dia ao seu perfil. Ela conta que, no começo, fez o serviço na mão. Depois, passou a experimentar “aplicativos” que fazem o trabalho sozinho (como este script criado por Danilo Salles).

Sair adicionando centenas de perfis a esmo não é uma estratégia nova para ganhar popularidade rápida no Twitter. Mas, no caso de Tessalia, a tática parecia ainda mais pensada: a foto do perfil revela uma mulher jovem e inegavelmente atraente; o background é trabalhado; a esmagadora maioria dos updates são replies (um verdadeiro tweetchat) e aqueles que não os são contêm links para vídeos ou notícias curiosas e amenidades.

Em cerca de três semanas, Tessalia conseguiu mais seguidores que Kibe Loco, quase o mesmo que Rosana Hermann (que tem experimentado o script de Danillo Salles e escreveu a respeito em seu blog) e um pouco menos do que o humorista Danilo Gentili. O número de pessoas que ela segue é superior ao número de pessoas que a seguem (diferença de 1000, aproximadamente; o que, óbvio, indica que nem todo mundo caiu na tática).

(Os dados servem só para o  domingo, 5 de abril de 2009 - os números devem mudar rapidamente)

Em sua descrição, ela diz que passa 18 horas por dia online. Tessalia trabalha em uma agência de publicidade, cria uma filha e, ainda assim, twitta freneticamente. Sua popularidade foi conquistada tão rapidamente, e de maneira tão “artificial” (aspas, por favor), que suspeitar da veracidade de seu perfil parece ordem.

Seria uma ação para um especial “ninfeta nerd” da Playboy? A introdução de uma nova apresentadora da MTV? Um experimento de algum analista de social media brincalhão que conhece pouco de Twittiqueta? Um marmanjo peludo com muito tempo livre, que se aproveitou de fotos e perfis no Facebook e Linkedin de uma Tessalia “real”?

Neste domingo (5), no Twitter, perguntei se Tessalia toparia uma entrevista (aqui). Antes, havia ironizado – com alguma grosseria, assumo – a natureza do perfil da garota. Pedi uma entrevista com vídeo. Alguns replies depois, Tessalia me adicionou no GTalk.

Tessalia: Olá. Está ocupado agora?
Diego: Oi, Tessalia. Estou um pouco, mas podemos falar.
T: Tem alguma coisa que eu posso te responder, sem ser em vídeo?
Diego: Talvez. Mas é claro que o vídeo responderia milhares de perguntas de uma vez só. :) Por que você não quer abrir a câmera?
Tessalia: Estou de pijama, com o cabelo molhado, comendo macarrão em cima do Mac ;D

Mesmo assim, engatamos um papo logo depois. A íntegra da conversa está aí:

Você é de Curitiba?
Sou sim.

É que no seu perfil no Facebook eu vi São Paulo…
Pois é. Eu mudei de cidade três vezes nos últimos três anos. Mas sou daqui mesmo. Morei em São Paulo no ano passado.

Estudou por aqui?
Não, eu trabalhei um pouco por aí. Com fotografia. Fiz freelas, conheci o mercado de publicidade. Gostei. Quero voltar.

Você trabalha com publicidade hoje?
Sou redatora em uma agência de publicidade,

Em que agência?
Na CS Revue.

Você se lembra de quando começou a usar o Twitter?
Olha, uma vez vi um gráfico por aí. Eu tinha entrado em março! Mas eu não lembro ao certo. Foi ano passado, quando começou a onda entre a galera de comunicação.
Mas eu não usava.

Você fala do seu gráfico do Twitter Grader? Lá dá pra ver que rola uma “explosão” no número de pessoas que você segue a partir de 13/03.
É, fui adicionando bastante gente quando “descobri” o Twitter. Bem o tipo de coisa que a galera fez quando rolou o Orkut.  “Vou adicionar pra ver qual é”. Mas o máximo era dois mil. Então, fui em dois mil.

Você usou algum script pra adicionar tanta gente ao mesmo tempo?
Eu vejo todo dia aplicativo novo para Twitter. De tudo quanto é tipo. E experimento todos. Mas nem por isso sigo usando. É mais pra ver qual é, e poder contar pra galera.

E, nisso, você chegou a usar algum script?
Bom, eu não sei bem o que é um script ou não. Mas eu usei de tudo. Hahaha, parece depoimento de ex-drogado.

Mas deve ser humanamente impossível clicar em dois mil botões de ‘follow” em um dia só, não?

Ah sim. Tinha aplicativos pra seguir de volta quem segue você também, essas coisas. Mas, na verdade, do dia 13 ao dia 15, que foi quando eu adicionei os dois mil, foi na “hands” mesmo. Sigo de volta quem me segue. Isso é algo que a galera leva em consideração. @GOUP @interney e @julioyam fazem isso.

Na real, alguns deles começaram a fazer isso há pouco tempo. Uma questão que me intriga, já que antes eles tinham milhares de seguidores (mas menos do que hoje) e seguiam de volta um número bem menor de pessoas…
Mas acho que tem muita gente que faz isso. Visito muitos perfis diariamente, e tem muita gente que segue de volta. Mas não tendo uns posts legais, a galera não segue. Acho que foi inspirado em como o Twitter funciona lá fora. Pra você ter ideia, aqui enquanto conversamos na janela do GMail, tô vendo os novos seguidores. Foram 53.

Sua caixa de email deve estar dando trabalho.
Eu gosto de saber quem começa a me seguir. Tem gente de fora que segue, é legal e eles vêm falar comigo. Mas gosto de ver certinho quem tá me seguindo. Fiquei superfeliz quando o @lapena veio falar comigo. Mas tem uma coisa que eu não entendo…

O quê?
É como essa galera realmente pop tem tão pouco seguidor, e esses desconhecidos fazem tanto sucesso. O @lapena tem uns dois mil, e ele é o Hélio De La Peña! Tirando a galera do CQC, eles não têm tanta fama no Twitter. Podemos apressar o papo um pouquinho?

Claro, tudo bem.
Tenho que fazer lição de casa com minha filha…

Você tem uma filha?
Sim, a Tina. Tem 3 anos ^^ Tem foto dela no Flickr do Meadiciona do meu perfil, e eu tinha o Orkut lá também. Mas eu não uso muito. Estava ficando complicado, sabe.

Sei. E como é que você arranja tempo para passar 18 horas online twittando se tem uma filha e trabalha?

Bom, eu twitto sempre que acho alguma coisa legal, e trabalho no computador, fica mais fácil.

Não te desconcentra do trabalho?
Eu uso o TwitterFox, não desconcentra não.

E ser bastante seguida, entrar no top 10 do Brasil… Tem algum propósito maior nisso tudo?
Não, eu uso para me divertir e me informar. E assim, fico a par de como as coisas acontecem nas redes sociais, algo que me ajuda no trabalho. É divertido isso, de ter vários seguidores. È muito bom, na verdade. Se quero uma opinião, é só perguntar no Twitter, que tenho uma amostra ali. Pergunto sobre filmes, coisas de meninos, e posto o que vou achando. E tenho realmente seguidores convictos, que me dão bom dia e boa noite, e sempre respondem minhas “pesquisas”. É bem legal. Acho que se eles seguem, é porque gostam

As pessoas tendem a dar unfollow quando “experimentam” e não gostam.
Sim, também acho.

Mas você não teme ficar meio “queimada” com o fato de sair adicionando todo mundo, usando programas ou não? Muita gente encara como um tipo de spam.

Eu também “experimento” as pessoas. E continuo seguindo quem eu gosto. As pessoas têm liberdade, gostam ou não gostam. É questão de escolha. Aí vai se formando a rede de seguidores reais, mas com o tempo. Agora é tudo uma experimentação. Acho que o Twitter vai superar o Orkut. Mas aí são conversas mais filosoficas :P. Olha, eu preciso ir.

Tudo bem. A gente conversa mais depois, então.
Espero que tenha esclarecido um pouco as coisas pra você. Eu não sou fake, nem um marmanjo barbudo. Sou eu mesma nas fotos, e nunca usei nenhum programa pra postar por mim. Nem TweetLater. Eu gosto de eu mesma responder os replies.  ;)

***

Fakes ou não, o surgimento de perfis como o de Tessalia, que crescem “artificialmente” (aspas, por favor), talvez jogue lama no conceito de “meritocracia informal” atribuído ao Twitter por alguns entendidos. Talvez, para ser seguido, basta só seguir. Talvez o conteúdo dos seus tweets não seja tão importante, afinal. Talvez, o trabalho de separar o joio do trigo (ou definir o que é joio e o que é trigo) na twittosfera dificulte planos de monetização da ferramenta. Talvez, como bem disse Tessalia, o pesadelo de muitos early adopters se materialize e o Twitter realmente se transforme em um novo Orkut.

Quem quer arriscar mais previsões no olho do furacão?

41 Responses to “@twittess is now following you on Twitter”

  1. alice says:

    dei unfollow porque não gosto de spam e pra mim soava como spam. os links de promoções e as coisas em migre.me me parecia uma caça ao ego imensa, e eu não estou ai pra pagar pau pra quem eu não pago pau. a maior parte dos links dele são ou de benefício pessoal ou sobre o twitter. parece um robôzinho? parece. e os posts são todos de culto à mulher bonita que ela é. sei lá, gosto de seguir gente de verdade.

  2. Romulo De Lazzari says:

    Esse perfil parece ser fake, acho que pode ser algo para promover a agência, ou pelo menos alguém contratado pela agência para ficar twittando o tempo todo…

  3. Carla says:

    Várias vezes essa moça (kafe?) pede minha autorização. um dia desbloqueei e ela me adicionou na hora. como não segui de volta, deu unfollow imediatamente. Ridículo.

  4. Davi Rocha says:

    Mesmo com essa entrevista, com a linguagem usada e tals, ainda acho que esse perfil possa sim ser um fake, muito difícil acreditar o contrário.
    Cada um segue seguindo ou não a seu gosto, pois cada um faz o que quer com seu twitter.
    Eu mesmo estou seguindo, mesmo achando que seja fake…
    Se é ou não, se vale a pena ou não continuar seguindo, não sei, o tempo dirá.

  5. Tiago says:

    Diego, pra mim o importante não é a quantidade de “seguidores”, mas a qualidade. Aprendi isso com o blog. É muito raro um post popular que não venha com zilhões de comentários imbecis. Com o tempo você vai percebendo que 20 comentários toscos (ou 200 seguidores com neurônios em curto-circuito) são perda de tempo, não representam nada.

  6. MissMoura says:

    Um comentário de quem atesta a veracidade do perfil. E também atesto que não se trata de ação da agência em que trabalho. #prontofalei.

  7. Daniel Bastos says:

    O comentário do Tiago diz tudo: qualidade, não quantidade. Seja real ou seja fake, não deixa de estar muito equivocado. A relevância dessa audiência de mais de 12 mil pessoas “indo e vindo” é nula. Não passa de ruído vazio.

  8. Matsia says:

    No início achei engraçado. Depois fui ficando puta. Esperei ainda para ver qual era a da moça, mas depois dei unfollow com prazer quando ela enviou vários posts em agradecimento às “good vibes” dos seguidosres porque sua filha estava doente. Aí foi demais! Twitter para mim era um refúgio da merda que se tornou o Orkut, informação + diversão. Daí que eu não entendo essa obsessão das pessoas em ter seguidores ou em transformar esse espaço numa versão mal acabada de um chat automático. Mas enquanto tiver o botão de “unfollow”, tá limpo.

  9. MissMoura says:

    Acho que ficou dúbio o comentário, então farei um update: não se trata de ação de agência alguma.

  10. Diego says:

    Um adendo: fake ou não, a Tessalia é uma das top 10 que mais conversam com seus seguidores. Ela parece ficar de olho em todos os replies, toma um cuidado que muita “gente grande” não toma. E, insisto, os “grandes” mudaram. E foi logo depois dela.

  11. Flavia says:

    Concordo com vc Diego - tudo sempre tem um lado bom né? Mas eu continuo achando que o método lento e vagaroso de conhecer as pessoas que se segue é muito mais legal, embora compreenda que algumas pessoas prefiram uma coisa mais acelerada. Como sempre, o que seria do azul se todos gostassem do amarelo né? ;-)

  12. Edney Souza says:

    Eu ouvi muito a frase: “vc não fala comigo” nos últimos eventos sempre que encontrava alguém que me seguia no twitter e essa pessoa se declarava distante ou então nem falava comigo e depois comentava no twitter que me viu ou coisa do gênero.

    Lendo posts estrangeiros sobre o twitter entendi que a questão do ’seguir quem te segue’ nem sempre é pra subir em rankings, mas para estar mais próximo do leitor.

    O @crisdias escreveu um ótimo post sobre isso, é óbvio que não dá pra ler todo mundo se vc segue de volta 10.000 pessoas, mas elas podem te mandar direct e vc pode conversar coisas com seus seguidores sem que seu timeline vire um grande chat, confesso que o uso do meu twitter ficou bem mais interessante.

    Estou usando o http://www.socialtoo.com/ que automatiza esse processo de seguir de volta, além disso segui todo mundo que estava no meu gmail (2700 pessoas) e sigo quem menciona interney e outras tags por aí (mas esse último processso não é automatizado apesar de terem scripts para isso).

    Essa “atenção” adicional gera muito seguidores, e tem muito gringo que ao perceber que vc segue de volta te segue para inflar seu número de followers, ou seja, tem um crescimento natural e um artificial por trás disso. Mas é fato que meu twitter se tornou mais movimentado e útil, no final das contas acredito que compensou os #mimimis.

    Qto a Tess segui ela pela primeira vez por indicação da @missmoura e confio que é um perfil real, já conversamos por directs e não vejo incoerência nela, apenas um comportamento que muita gente não está acostumado, mas as centenas de cliques em todos os links dela mostra que não é tão useless como muitos apontam.

  13. Anna says:

    Ontem dei o unfollow mais prazeroso do meu pouco mais de 1 mês de Twitter! Essa menina é uma mala!! Se quer dar informação interessante ou curiosidade para 12 mil seguidores não me venha com papo de “vou tomar banho”, “minha filha tá com otite”, isso só interessa para ela e a família dela!

    Enchi o saco e tomei uma birra enorme dela! Ego puro!!!

  14. chico barney says:

    Gostosinha… Sigo na expectativa de fotos mais desinibidas. ABS

  15. Kakah says:

    Se ela não é fake, qual o problema de fazer entrevista em vídeo?

  16. PG says:

    Só acredito que não é fake no dia em que eu a vir no pôster central da Playboy. #prontofalei

  17. Mafalda says:

    Acho que tem que ter um mínimo de bom senso e coerencia. Ela me adicionou e eu aceitei. Mas aí ela começou a dar informações do tempo do Brasil todo. Qual o sentido disso? O que isso tem a ver com o trabalho de redatora de agência de publicidade? Ela quer virar a garota do tempo? Achei esquisito.

    Graças a Deus, vi outras pessoas pedindo pra ela parar.

    Tudo bem responder aos seguidores, sem exageros, também faço isso. Ainda mais quando perguntam algo sobre o podcast, e sei que outros seguidores tb vão se interessar.

    Mas como os twitts e replies dela estava algo exagerado, e com um monte de link de assuntos dos mais variados possíveis, cansei e dei unfollow.

    Ela retribuiu. Aí que me toquei que ela foi uma das primeiras pessoas que me adicionou não por causa do Podcast da Monalisa de Pijamas (só me segue/seguia quem conhece o Monacast), mas por conta do robô.

  18. jonathan says:

    Ok eu acredito, mas afinal de contas , o que ela esta ganhando com isso (sim eu sou dinheirista)?

    O interney é o maior “refollower” do mundo, recebi 3 avisos dele nos ultimos 3 meses, e eu sou usuario esporadico. mas ele tem muito a ganhar com isso!

  19. Fábio Silva says:

    Boto fé que essa criatura é um nerd gordo, feio e revoltado porque não pega ninguém.

  20. Mario Amaya says:

    A twittosfera ainda não chegou a ser a favela que virou o Orkut. Mas já é a Rua 25 de Março que os blogs se tornaram há alguns anos.
    O incrivelmente afetado termo “meritocracia informal” foi criado com um sentido irônico. Mas as putas-da-atenção-alheia (em bom português, attention whores) acreditaram que era sério e foram na onda, porque apesar de se acharem de um poder intelectual brilhante, têm problemas para discernir contextos, sutilezas. Comem a informação crua e quente, porque morrem de pressa. Mal leem antes de repassar adiante. Quase não chegam a entender o que leram e repassaram. Querem a máxima popularidade possível com o mínimo esforço. Twitter é a cara delas.
    Eu queria conhecer um pouco melhor o background sociocultural desse povo que transpõe o ego inteiro para um serviço de mensagens virtuais. Mas já tenho muitas pistas. Uma quantidade extremamente desproporcional dos twitteiros em massa são publicitários. Quase todos são ricos e bem instruídos. Não há miguxês no Twitter, todos se esforam para escrever bonitinho.
    Se você lhes diz uma coisa que possa soar sardônica, o flame é quase instantâneo. Às vezes é inesperado, devido à facilidade de se encarapuçar entre os que se julgam importantes no mundinho. Afluência e instrução não implicam humanidade nem cortesia, claro.
    Com tão pouco tempo o Twitter tornou-se um ambiente mais envenenado do que levou para os blogs ficarem. Certamente a sua ferramenta fundamental, e única que pode nos proteger de abusos de usuários, é o unfollow com bloqueio.
    Quando criarem um sistema oficial de monetização no Twitter, aí sim, será o fim.

  21. Adilson Fuzo says:

    Tessália, querida, que tal colocar no seu perfil uma foto sua segurando um papel escrito “Viu só? Eu não sou fake”.

  22. Beatriz says:

    É a Marimoon do Twitter.

  23. Hector says:

    jonathan, vc recebeu 3 notificações de follow do interney porque eh assim que funciona o script de auto-follow: quando ele adiciona alguém que já te segue, ele avisa que o interney está te seguindo. repeat 3 vezes = ele adicionou com o script 3 pessoas que te já te seguem.

    unfollow em massa nessa galera.

  24. Homero Meyer says:

    Um pouco sobre Tessália…

    Conheci a Tess há cerca de três anos. Na época estava morando em Vitória por razões profissionais, logo após ter passado algum tempo em São Paulo. Como muito, conheci ela inicialmente por redes sociais, na época o orkut, onde ela tinha 3 perfis diferentes, com nomes diferentes e inúmeras fotos. Confesso que nesse estágio é impossível ignorar a suspeita do “fake”, mas quando voltei para Curitiba, no final de 2006, a cidade não era mais a mesma.

    Vi a Tessália pessoalmente no dia seguinte, quando dei carona para ela até um centro de exposições, onde ela trabalharia como modelo em um stand. Foi impressionante, ela era linda, inteligente, divertida e inegavelmente apaixonante. Depois disso, passamos a nos falar sempre, tanto virtualmente quanto pessoalmente, e comecei a entendê-la e admirá-la cada vez mais.

    Sim, a Tessália tem necessidade de atenção, ela pode até brigar comigo por dizer isso para tanta gente, mas explica grande parte do comportamento dela e esse fascínio pelo twitter, mas isso não significa que o retorno dessa atenção não seja real e agradável. Ela realmente gosta de conhecer pessoas, gosta de conversar e sempre tenta somar em qualquer relação. Quem segue ela no twitter, pode não gostar de muitas das coisas que ela diz, mas criticar mensagens de cunho mais pessoal é idiotica, afinal, 99%+ dos usuários postam sobre banho, humor, flhos, cachorros e até sobre difunções hormonais… A Tess posta links interessantes, posta sobre coisas divertidas, úteis ou não, posta coisas pessoais e qualquer outra coisa que ela tenha vontade, afinal, ela é apenas uma pessoa que gosta mesmo do twitter, como antes costumava gostar do orkut e como ainda virá a gostar de outras coisas. Agora, ninguém tem o direito de criticar esse gosto de alguém…

    Sobre follow e unfollow… Alguém, que não faço idéia quem, tentou ensinar para ela as “manhas” do twitter. Ela aprendeu, gostou e usou… MUITO! Eu a conheço, e por isso entendo, mas também sei o quanto essas últimas semanas foram cansativas e complicadas para ela, pois ela tenta mesmo responder a todos e encontrar coisas novas para mandar. A Tess faz isso pq adora transformação. Ela adora ver as coisas mudarem do dia para a noite, e convenhamos que a resposta no twitter é muito rápida, e isso é seu maior feature.

    Como mãe, ela não tem a mesma liberdade que outras pessoas podem ter para sair e fazer o que quiser na vida, e além disso, ela ama escrever. Ama criar e gosta de se expressar em redes sociais. Ela é linda sim, ela é esforçada e dedicada em tudo o que faz. E por mais que algumas coisas possam ser consideradas erradas, muitos dos 13 mil followers dela realmente gostam de seus posts e principalmente do fato dela respondê-los. Então, mesmo que seja por uma necessidade de conclusão, o “evento” @twittess é positivo para a twittersfera!

  25. rexplora » Blog Archive » follow you, follow me - parte 2 says:

    [...] A terceira pessoa dessa história surgiu do nada e causou uma pequena comoção na Twittosfera. O nome dela é Twittess (Tessalia) e é a primeira celebridade made in Twitter, diferente da Rosana e do Edney, oriundos da blogosfera. Ela não tem um blog pessoal para se explicar, mas eu incentivei o Diego Maia a entrevistá-la e isso resultou nesse post. [...]

  26. Profª Cristiana Passinato says:

    Pra mim, o verdadeiro furacão é a própria Tessália e os marmanjos barbudos tão se preocupando demais, pois tão pensando que ela vai lhes tirar muito do investimento e retorno, sabe?
    Caro Diego, Tess é uma mulher como muitas, só que tá difícil ser inteligente, bonita, interativa e polivalente.
    Veja por esse lado: qual a ameaça de tais Tess aparecerem pelo Twitter?
    Um abraço,
    Profª Cristiana

  27. Adilson Fuzo says:

    Por que todo mundo fala mal dos marmanjos barbudos? Isso é preconceito!

  28. Clistenes says:

    Eu notei que quando eu dei unfollow nela, ela automaticamente deixou de me seguir, quando dei follow dinovo, ela me segiu dinovo…. confesso que vou agora oro twitter deletar essa garota da minha conta, afinal, ela nao fala coisas interessantes.. apenas que ser popular e se ixibir…

  29. Diego says:

    Mário, eu acho que um sistema de monetização pra ferramenta tá bem mais próximo do que a gente imagina.

    Flávia, eu também prefiro o método antigo. Estava pensando aqui: scripts de adição em massa não são muito diferentes de técnicas de SEO pra “catar corno” no Google. A audiência imediata pode até ser grande, mas quem garante o retorno desse povo a longo prazo?

    Adilson, marmanjos barbudos têm o meu respeito!

  30. says:

    Eu entrei nessa de twitter faz pouco tempo, e já apareceu tanto desconhecido tentando me seguir que tô qse tendo crise de pânico!

    Coisa chata! (e olha que sou especialista em procurar inutilidades internéticas para não ter que trabalhar)

  31. Marcus says:

    Não acho que seja fake, mas acho sim que se trata de algo com intenção de faturar um jabazinho ali na frente.

    Porque não?

  32. Luccas Florencio says:

    A acho legal ! o trabalho da twittess , tomara que alguma empresa contrate ela, criar um filho não~é barato….inves de ficar mandando critica pra menina pq esse povo nao apoia….e segue….todo mundo quer garantir o seu….não custa nada ajudar !

  33. Thomy says:

    Aiai, essa tessalia XD

  34. Popysp© says:

    aiaia.. como boa filha de mineiros:
    num credito não…. eheheeh

  35. Anelize Proença says:

    Tive a oportunidade de estudar com a Tessália em Curitiba. Não era sua amiga, trocamos poucas palvras.
    Alta, magra, bocão, tipo Angelina Jolie mesmo… E embora na época fizesse seus trabalhos como modelo, e foi divertido quando a vimos em outdoors fazendo a campanha da Faculdades Curitiba, a Tessália era extremamente cativante e atenciosa. Não era assídua na faculdade, tinha poucos amigos, mas tratava a todas as pessoas muito bem. Gosto dela.

  36. R. Paschoal says:

    Felizmente, resisti ao Twitter. Não consigo dar conta de blog, orkut, facebook, gmail e msn, quem diria em algo com limite de 140 caracteres… Sou prolixo demais pra isso… rs

  37. Patty says:

    Rss.
    Não é fake galera. Eu conheci a Tess a um tempo atraz quando ela veio para Brasília cursar Publicidade.
    Se vocês gostam ou não desse tipo de perfil eu não questiono, mas que ela é essa da foto ela é sim. E a Tina é linda!
    Bjokas

  38. MARA says:

    estou torcendo por vc…..

  39. felipe gustavo says:

    sorte pra vc tdu de bom morri de raiva quando a fê e a marcela votavam em vc 4 votos
    =[

  40. ana nadia says:

    gosto muito de vc tessakia nao ligue pra pessos elas tem inveja de vc …………………vc e muito linda fofa bjos e cuida

  41. antonio henrique says:

    oieee

Leave a Reply