Série A2
PAEC atinge a marca de 300 gols em toda sua história
Publicado em 17 de março de 2011 às 19h15

Guilherme Franco,
Especial para o site da FPF


Após vencer o São Bento no último sábado (12), por 4 a 0, no estádio Nicolau Alayon, o PAEC alcançou a meta de 300 gols na sua história. Dono do melhor ataque do Campeonato Paulista da Série A2, com 30 gols, o time vem aplicando uma goleada atrás da outra, o que tem culminado na demissão de alguns treinadores adversários.

Fundado em 1985, mas com presença no futebol apenas em 2003, o PAEC é sinônimo de sucesso quando o assunto é gerenciamento esportivo. Em apenas oito anos no mundo da bola, o time vem conseguindo cada vez mais prestígio no futebol paulista. Em 2008, a equipe conquistou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão, garantindo a vaga para a série A3 do estadual. No ano seguinte, com o segundo lugar do Grupo 03 da competição, o clube ganhou o direito de disputar a Série A2 em 2010.

No PAEC desde a sua fundação, o atual treinador da equipe, Serginho, acompanhou de perto os primeiros passos do clube no cenário paulista. “Estou no PAEC desde o início do projeto. Comecei como preparador de goleiros e fui subindo até o posto atual de treinador. Com todo esse tempo, o clube se tornou algo muito especial na minha vida”, revelou o comandante.

Sobre o feito alcançado pelo time, o treinador se mostrou muito emocionado em fazer parte da conquista dos 300 gols. “É muito gratificante poder comandar o grupo nessa marca, já que eu participei de mais de 100 jogos como técnico. Espero estar nos 500, ou quem sabe, nos 1000 gols da equipe”, comemorou Serginho, que têm em seu currículo 109 jogos, com 61 vitórias, 18 empates e 30 derrotas, com 216 gols pró e 140 gols contra.

Autor do 300º gol da história do PAEC, o atacante Rafael Martins também celebrou de forma entusiasmada a conquista do time. “Fiquei muito feliz com a marca apesar de ter feito apenas 12 gols aqui. Tenho que agradecer aos meus companheiros, pois se não fosse por eles eu não teria conseguido marcar esse gol. O PAEC é um clube muito especial para mim. O ambiente aqui é maravilhoso e isso acaba tendo reflexo dentro de campo”, afirmou o atleta.

Já o atacante Sérgio Lobo, apesar de não ter marcado o 300º gol do time, balançou as redes em 54 oportunidades na história, sendo assim o maior artilheiro do PAEC em todos os tempos. “É uma honra ser o maior goleador da equipe. Foram todos os atletas que me deram esse suporte para marcar os gols”, contou o centroavante.

Sérgio Lobo ainda aproveitou o momento para agradecer a todos que estão envolvidos nesse projeto de crescimento do PAEC. “No fim de 2007 recebi o convite de fazer parte do time e fiquei muito emocionado. Para quem está aqui desde o início como eu, é muito gratificante presenciar o sucesso do clube hoje em dia. Temos uma perspectiva muito grande de aonde o PAEC pode chegar. Estou feliz por participar disso tudo”, disse o artilheiro.

Nos 26 anos de existência, o PAEC participou de 155 jogos, com 81 vitórias, 31 empates e 43 derrotas. A equipe acumula 303 gols pró e 193 gols contra.

© 2014 Federação Paulista de Futebol - Todos os direitos reservados. FALE CONOSCO    |    EXPEDIENTE