domingo, 14 de setembro de 2014

Samambaia vence Cruzeiro e é campeão da Série B candanga

Jogadores do Samambaia recebem medalhas e troféu de campeão candango da segunda divisão - Foto: Lucas Bolzan/Agência Clube do Esporte DF

Jogadores do Samambaia recebem medalhas e troféu de campeão candango da segunda divisão – Foto: Lucas Bolzan/Agência Clube do Esporte DF

O estádio Serejão foi o palco que recebeu o confronto final entre os dois novos integrantes da elite candanga. Samambaia e Cruzeiro disputaram neste sábado o título inédito da divisão de acesso do futebol de Brasília.

O primeiro lance de perigo veio de uma bela jogada do Cruzeiro. Pedrinho fez um cruzamento na medida para Lucas que, de cara pro gol, chutou para bela defesa de Rafael. Logo depois o mesmo Pedrinho avançou livre para o gol, mas o campo acabou e só restou ao centroavante cruzar para ninguém para não ceder o tiro de meta.

Apesar do melhor início do Carcará quem abriu o placar foi o Samambaia. Em uma bela jogada pela direita Edicarlos recebeu a bola dentro da área e chutou forte para o fundo das redes.

O jogo ficou morno e só voltou a ter emoção aos 21 minutos quando novamente Edicarlos se desvencilhou da marcação e sozinho chutou, mas Marlon tirou a bola do caminho do gol com o pé. Após esse lance as jogadas de perigo se escassearam e o que se viu foi um jogo de muita rispidez e muitos cartões amarelos.

Só aos 37 minutos que voltou a ter jogadas dentro da área. O Cruzeiro aproveitou um bate rebate e finalizou com Léo Madeira, mas a bola foi pro alto. Já pelo lado do Samambaia o que se via era uma troca de passes constante, típica de quem administra o resultado.

O segundo tempo começou devagar, com os jogadores visivelmente sentindo a inclemência do sol de setembro. Apesar do Cruzeiro tentar dominar a partida para correr atrás do prejuízo era o Samambaia que chegava com mais frequência explorando os contra-ataques.

Os destaques do segundo tempo foram as furadas que jogadores de ambos os times protagonizaram. A pior de todas elas foi com o atacante Neto que, dentro da área, esqueceu a bola na hora de finalizar perdendo um gol claríssimo.

Lá pelos 23 minutos contudo o jogo voltou a ficar animado. O Cruzeiro teve nova chance, mas desperdiçou e cedeu o contraataque, no qual Cassius acabou se desequilibrando na hora de finalizar e trombando com o goleiro Marlon. Pouco tempo depois o Cruzeiro voltou á carga: Pedrinho invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado,

Eis que aos 32 minutos Edcarlos partiu em velocidade para o ataque deixando dois marcadores comendo poeira. Ao entrar na área foi parado com um carrinho pelo zagueiro Índio. O árbitro assinalou a penalidade e expulsou o defensor do Carcará. Cassius cobrou no canto oposto ao esclhido por Marlon e sacramentou o título inédito para o Samambaia.

Samambaia: Rafael, Douglas, Somália, Leandro e Dudu; Lucas Paiva, Thyago Fernandes (Bruno), Willian e Allan Delon (Pedro); Cassius (Daniel) e Edcarlos. Técnico: Reinaldo Gueldini.

Cruzeiro: Marlon, Vitinho, Cristiano, Índio e Júnior; Lucas (Willian), Léo Madeira, Gabriel (Bruno) e David; Thiago (Neto) e Pedrinho. Técnico: José Lopes Risada.

Cartões amarelos: Lucas Paiva (SAM). Índio e Pedrinho (CRU).
Cartão vermelho: Índio (CRU).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top