Best Swimming

EVENTOS :: MUNDIAL 2015

Bruno Fratus e Daynara nas semifinais e revezamento 4×200 decepciona

Bruno Fratus e Daynara nas semifinais e revezamento 4×200 decepciona
agosto 07
09:16 2015

Eliminatórias desta sexta-feira prova a prova:

50 LIVRE MASCULINO –

Bruno Fratus. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Bruno Fratus. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

 

Prova que teve Florent Manaudou fácil demais a ponto de fazer uma chegada a la Usain Bolt deslizando e levantando a cabeça, quatro nadadores na casa dos 21 segundos, Bruno Fratus em quinto e um nível abaixo do esperado.

Para entrar na semifinal, 22.47 do grego Odyssefs Meladinis, isso é mais de dois décimos acima da marca necessária em Barcelona 2013. Mesmo assim, deixou de fora gente importante como o italiano Luca Dotto em 17o com 22.48.

Manaudou brincou e entrou com o melhor tempo 21.71, o seu décimo sub 22 da temporada. O americano Nathan Adrian, muito melhor do que o sétimo lugar nos 100 livre de ontem com 48.71 fez o segundo tempo com 21.73. Kristian Gkolomeev da Grécia foi o terceiro com 21.87 e o russo Vlad Morozov em quarto com 21.97.

Bruno Fratus foi o primeiro não 21 da prova, chegou em quinto com 22.01.

50 BORBOLETA FEMININO –

Daynara de Paula. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Daynara de Paula. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Prova forte e Daynara de Paula ganhou a 16a vaga com 26.49. As cinco primeiras colocadas nadaram na casa dos 25 segundos. Sarah Sjoestroem foi a melhor com 25.43. Outras nadadoras na casa dos 25 foram Jeanette Ottesen da Dinamarca 25.51, Inge Dekker da Holanda 25.66, Yin Lu da China 25.69 e Fran Halsall da Grã-Bretanha 25.86.

Arianna Vanderpool Wallace de Bahamas também estava próximo de fazer o 25, mas errou na chegada e ficou em sexto com 26.02.

Para Daynara chegar a final, vai ter de ir em busca do seu primeiro sub 26 na era pós-trajes. Sua melhor marca pessoal é 25.90 ainda do Mundial de 2009 com os trajes tecnológicos.

100 BORBOLETA MASCULINO –

Arthur Mendes. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Arthur Mendes. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Novo recorde nacional da Hungria para Laszlo Cseh que veio disposto a fazer história neste Mundial. Foi o único a quebrar a barreira dos 50 segundos, 50.91 melhor tempo do mundo este ano após passar com 24.08 e voltar com 26.83. O seu recorde anterior era 51.45 no Mundial de Barcelona.

O americano Tom Shields ficou em segundo com 51.09 e o chinês Li Zhuhao bateu o recorde mundial júnior com 51.54.

No total foram 12 nadadores na casa dos 51 segundos e o 16o para a semifinal foi Pavel Sancovich da Belarus.

Arthur Mendes Filho ficou em 24o lugar com 52.55. Arthur passou com 24.53 e voltou com 28.02. Sua melhor marca é os 52.33 feitos no Maria Lenk. Pelo menos foi melhor que os 52.73 que ele havia feito no Pan de Toronto.

Falando no Pan, o argentino Santiago Grassi medalha de prata em Toronto ficou em 18o com 52.36. Se repetisse os 52.09 estaria na semifinal.

Decepção com o recordista sul-americano da prova, Albert Subirats da Venezuela, que acabou em 35o lugar com 53.68.

200 COSTAS FEMININO –

Joanna Maranhao. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Joanna Maranhao. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Nove nadadoras abaixo dos 2:10, a melhor delas foi a Dama de Ferro, Katinka Hosszu com 2:07.17 em parciais de 30.11, 1:02.37 (32.26), 1:34.99 (32.62) e 2:07.17 (32.18).

Para entrar na semifinal, Duane da Rocha, a brasileira/espanhola ficou na 16a posição com 2:11.53.

Joanna Maranhão terminou em 21o lugar, nadando mais uma vez na casa dos 2:12. Foi a terceira vez esta temporada. Fez 2:12.26 bem próximo do seu melhor de 2:12.09, recorde sul-americano feito em Toronto no Pan.

Seus parciais: 31.45, 1:04.86 (33.41), 1:38.74 (33.88), 2:12.26 (33.52).

REVEZAMENTO 4X200 LIVRE MASCULINO –

Revezamento 4 x 200m livre. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Revezamento 4 x 200m livre. Campeonato Mundial de Desportos Aquaticos no Kazan Arena. 07 de agosto de 2015, Kazan, Russia. Foto: Satiro Sodre/SSPress

Uma grande decepção. Talvez a nossa pior atuação neste Mundial. O Brasil ficou em 15o lugar com 7:16.85 depois daqueles fantásticos 7:11.15 do Pan. Luiz Altamir Melo abriu com 1:48.80, João de Lucca foi o segundo com 1:50.25 fechando os últimos 50 metros com 30.10, Thiago Pereira 1:49.45 e Nicolas Oliveira 1:48.35.

Para passar a final o Brasil precisava nadar mais rápido do que o tempo feito em Toronto. A Bélgica ganhou a oitava vaga com 7:10.92.

Para garantir o 12o posto para o Rio 2016, a Dinamarca marcou 7:13.72 garantindo a vaga automática.

A Austrália fez o melhor tempo da manhã com 7:08.40 seguida de perto pelos Estados Unidos com 7:08.55.

Não tivemos nenhum nadador na casa dos 1:45 entre todos que nadaram pela manhã. Daniel Smith da Austrália foi o melhor parcial das eliminatórias com 1:46.02.

800 LIVRE FEMININO

Katie Ledecky desta vez não forçou, pelo contrário controlou até demais seus esforços, talvez por ser sua última prova e acumulado cansaço dos quatro ouros já conquistados.

Venceu a eliminatória com tempo pior do que os 8:13.25 de parcial dos 1500 com 8:19.42. Foi uma dosagem de esforço e com 36 horas de repouso volta para completar a sua quinta vitória fazendo história neste Mundial na final de amanhã em Kazan.

Jessica Ashwood da Austrália foi o segundo tempo com 8:22.17. A oitava vaga para a final ficou com Boglarka Kapas da Hungria com 8:26.96.

Compartilhar

Sobre o autor

Alex Pussieldi

Alex Pussieldi

Alexandre Pussieldi é o fundador e editor-chefe da Best Swimming, jornalista formado em Porto Alegre, viveu 16 anos nos Estados Unidos como técnico de natação, dono de clube e empresário. Altamente especializado em natação, também trabalha como comentarista no canal SporTV.

Deixe um comentário

22 Comentários em "Bruno Fratus e Daynara nas semifinais e revezamento 4×200 decepciona"


Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

Aposto em Nathan Adrian. Ele é competitivo!!! Se preparou para os 50!!! Difícil perder!!!

Visitante
Jorge Ramalho
1 mês 15 dias atrás

No último Mundial, o Manaudou e o Ervin mandaram tempaços de 21s3 e 21s4 na semi, e o Cielo fez… 21s60, mesmo tempo do Fratus nessa semi. Na final, quem ganhou mesmo? E o Manaudou e o Ervin, medalharam? Semi é uma coisa, final é outra. O Fratus tem 21s41 como melhor marca pessoal e não duvido mandar um 21s3 na final.

Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

Fratus não é Cielo. Nathan Adrian é o favorito!!!

Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

DDias, vc achou que o Bruno Fratus segurou por causa de uma foto depois da prova??? Fala Sério!!! Blefar todo mundo pode. Quero ver mandar um 21.3!!! Aí é ouro!!!

Visitante
DDias
1 mês 15 dias atrás

Coach,
posso estar enganado, mas acho que o Fratus tem MUITO mais no tanque do que mostrou na semifinal.Olha a foto dele aqui após a prova: http://globoesporte.globo.com/natacao/noticia/2015/08/com-3-tempo-fratus-vai-final-dos-50m-livre-de-kazan-adrian-lidera-semi.html

Será que vem textile best?

Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

DDias, quem fez 21.37 foi o Nathan Adrian, não o Bruno. Vc está me dizendo que o Bruno vai passar de 21.60 na semi para 21.3 na final??? Tudo é possível, mas quem tem mais chances de bater a melhor marca pós-trajes é o americano. Treinou especificamente para os 50 livre. Essa história de lesão no ombro é conversa. Usou os tiros de 100 para se preparar para os 50tinha. Cesão já fez isso várias vezes. Quantas vezes o Nathan Adrian nadou para 21 na temporada??? Nadou bem na hora certa. Coach, o Jader Rocha agora é técnico de natação??? Ele teve a impressão que o Manaudou brincou na semifinal??? Tá de brincadeira, né!!!??? Quero ver baixar esta marca ( 21.41 ) na final!!! Abraços

Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

Não, Coach!!! Comentário técnico. Melhorar 3 décimos da semi para a final? Impossível!!!

Visitante
Caio
1 mês 15 dias atrás

E não é que melhorou? To rindo desse Alexandre Madsen, o cara é muito puxa-saco do Cielo pelo amor de Deus. Chato demais. Seja menos torcedor e mais realista em suas análises amigo.

Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

5 centésimos. Ohhhh!!! 21.60 para 21.55. Parabéns, Coach!!! Grande resultado do Fratus!!! Fala Sério!!!

Visitante
Caio
1 mês 14 dias atrás

Me referia ao Manaudou, que melhorou muito e caminha para ser o novo recordista mundial da prova. É questão de tempo. Bruno ganhou o bronze pelo menos, esta no pódio. Não precisa ridicularizar e menosprezar o cara apenas porque seu ídolo não nadou.

Visitante
Jorge Ramalho
1 mês 15 dias atrás

Cielo em 2013 discorda de você, baixou de 21s60 pra 21s32. KKKKKKKKK

Visitante
Alexandre Madsen
1 mês 15 dias atrás

Sim, Cielo baixou. Fratus, não!!! kkkkkkk

Visitante
Ricardo Bonavides
1 mês 14 dias atrás

“Quero ver baixar esta marca ( 21.41 ) na final!!!”
Isso é “comentário técnico” também?

Visitante
Luiz Antonio da Silva
1 mês 16 dias atrás

Porque que o Cielo não nadou os 50m livre? Ele estava no Start List mas não nadou!

Visitante
Francisco
1 mês 15 dias atrás

Cara, tu estava em que planeta nos últimos dias? kkkkkkk

Visitante
Alien
1 mês 15 dias atrás

Esse aí foi abduzido por ETs. Não têm outra explicação.

Visitante
Guilherme
1 mês 16 dias atrás

Esse 4×200 do Brasil foi triste! Sem comentários…

E quem falou que iria ganhar todas as provas de borboleta desse mundial era o Le Clos…mas quem tá nadando muito é o Cshe! Possivelmente vai ganhar os 100,ou seja…medalhou em todas as provas de borboleta!

Visitante
Natan
1 mês 16 dias atrás

Acho q o Manaudou tem um ar de deboche, ainda mais com essa chegada… Uma coisa é dar uma deslizada no final, mais relaxado, outra é isso… Aí a irmã dele vem me falar que não gosta das atitudes do Cielo. O cara ta nadando mto mesmo, mas achei desnecessário

Visitante
swammer
1 mês 16 dias atrás

Menos, menos. Com relacao aos comentarios da irma dele, ela tem razao. Ninguem se desespera tanto igual o Cielo quando e’ campeao. O cara sobe na raia, se mata de bater e chorar. Nao to falando que esta errado, nao sei como eu reageria, mas o dele e’ o mais exagerado de todos. Veja inclusive qdo o Manaudou ganhou em Londres. Totalmente contido, comemoracao sem exageros. Inclusive o Coach ja postou aqui ha alguns anos que o Cielo deveria se conter um pouco nas comemoracoes.
Veja em Barcelona depois 50 L. Sim, uma bela vitoria, mas o cara ficou meia hora se batendo e subindo na raia. Vcs podem nao gostar do Manaudou, mas ele nunca debochou de ninguem, mesmo vencendo bem.
Tem uma entrevista do Andy Roddick sobre o Federer. O que mais impressiona ele sobre o Federer foi que em 2009, depois da vitoria do Federer sobre ele na final de Wimbledon, os dois foram para os vestiarios, e o Federer pediu pra equipe dele nao comemorar muito em respeito ao Roddick que estava quase do lado.
“act like you have been there before….”

Visitante
Carlos Baiano
1 mês 15 dias atrás

É difícil pra um povo pouco civilizado como o nosso entender isso. Parabéns pelo comentário. Quero deixar claro que essa peculiaridade não tira a glória das conquistas de Cielo, um dos maiores velocistas da história, e de longe o melhor do Brasil. Ele merece todo o respeito. Por fim, quero registrar minha decepção com o 4x200m livre M. Lamentável. Abs a todos.

 

Pesquise na Best Swimming

Tweets do Coach

Seguir @alexpussieldi no twitter.