Minas On-line
Pontuação Definitiva ICMS - Exercício 2016
ICMS
Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais-IEPHA

Iepha/MG apresenta: São Tomé das Letras

PDFImprimirE-mail

A cidade de São Tomé das Letras está localizada no Sul de Minas Gerais, próxima a Caxambu e Baependi. O município foi criado em 1962, desmembrado de Baependi, e teve seu Centro Histórico tombado pelo Iepha em 1996. A relevância do tombamento deste centro histórico encontra-se em grande medida na singularidade da sua origem, pois a cidade surge de uma gruta, hoje denominada São Tomé, que teve a igreja construída ao seu lado e, à sua volta, o núcleo urbano. Ou seja: “Urbanisticamente, a gruta e seu rochedo, e posteriormente a igreja, orientaram o desenvolvimento do núcleo urbano, como também o fazem os demais rochedos que afloram na atual área urbana, condicionando o traçado das ruas e assentamento das edificações” (Fonte: Dossiê de Tombamento. São Thomé das Letras-Sede. Conjunto Arquitetônico e Paisagístico do Centro Histórico e Igreja Matriz de São Thomé , PT-97, p. 28).

FOTO: Izabel Chumbinho
igrajamatris-stomeletras
Igreja Matriz
A Igreja Matriz de São Tomé das Letras começou a ser construída em 1785, segundo inscrição encontrada na edificação. Ela foi edificada exatamente onde havia sido erigida a primitiva capela de São Thomé das Letras, e encontra-se situada ao lado da Gruta de São Tomé, localizada na Praça Barão de Alfenas, no centro da cidade. A Igreja Matriz de São Tomé das Letras se destaca por sua riqueza ornamental evidenciada não apenas no bom conjunto de retábulos do período rococó como, e principalmente, pela excelência da pintura de seus forros, onde o artista colonial Joaquim José da Natividade teve um momento significativo de sua arte (Dossiê de Tombamento, p.12).

O Iepha efetuou trabalhos de restauração dos elementos artísticos da matriz durante o período 1984-1986, e esta foi tombada em 1996 juntamente com o Centro Histórico, do qual faz parte. O Centro antigo de São Tomé das Letras foi bastante adulterado, mas ainda assim possui grande significado cultural e ecológico. Sua arquitetura tradicional é bastante interessante e original, consistindo em alvenaria de pedra aparente, empilhadas sem argamassa.

FOTO: Izabel Chumbinho
igpedra-stomeletras
Igreja de Pedra
Já Capela de Nossa Senhora do Rosário, conhecida como “Igreja de Pedra”,  está localizada fora do perímetro do entorno definido do Centro Histórico, mas também é tombada pelo Iepha desde 1985, como Conjunto Arquitetônico e Urbanístico da Capela de Nossa Senhora do Rosário (Decreto n. 24.328 de 22 de março de 1985). Segundo o Dossiê de 1985, poucos são os dados históricos sobre esta capela. Sabe-se que sua construção foi iniciada no século XVIII, presumivelmente uma iniciativa dos negros escravos do local, como era comum na época. A edificação permaneceu inacabada por longo período, tendo sido finalizada no início da década de 80. (Fonte: Dossiê de Tombamento. São Tomé das Letras-Sede. Conjunto Arquitetônico e Urbanístico  da Capela de Nossa Senhora do Rosário. PT-77, p. 36)

Em 2010 as duas igrejas tombadas pelo Iepha serão inventariadas, o que trará mais uma proteção ao patrimônio cultural de São Tomé das Letras.

--------------------------------------------------------------------------------------------------
Agência Minas e Blog, acesse para mais notícias do Governo de Minas Gerais.
Acesse a Galeria de Fotos do Governo de Minas Gerais.
Acompanhe também no www.youtube.com/governodeminasgerais.
Acordo
IEPHA Rua dos Aimorés, 1697, Funcionários, Belo Horizonte CEP: 30140-071 Telefone: (31)3235-2800
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades