Correio do Povo | Notícias | Inter demite Celso Roth

Porto Alegre

28ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 16 de Dezembro de 2018

  • 08/04/2011
  • 19:14
  • Atualização: 20:41

Inter demite Celso Roth

Treinador foi comunicado da decisão no início da noite desta sexta-feira

  • Comentários
  • Correio do Povo

Celso Roth não é mais o técnico do Inter. O treinador não resistiu à má atuação na derrota para o Jaguares por 1 a 0, na quarta-feira, e não comanda mais o time colorado. A saída dele foi anunciada pelo vice-presidente de futebol do clube, Roberto Siegmann, em entrevista coletiva, no início da noite desta sexta-feira, no Beira-Rio. Pouco antes, a diretoria esteve reunida com o treinador no vestiário, onde ele foi comunicado da decisão. Para o jogo de domingo, contra o Canoas, o preparador físico Fábio Mahseredjian deve comandar o time.

• Relembre a trajetória de Roth da conquista da Libertadores à demissão

Na entrevista coletiva, Siegmann reconheceu que a pressão da torcida foi um dos fatores que fizeram com que a direção optasse pela demissão do técnico, que tinha contrato com o clube até o final do ano. "Vínhamos constatando inconformidade por parte da torcida em relação ao trabalho do Celso Roth. Isso foi um dos fatores que motivou a nossa decisão na tarde desta sexta."

Além disso, afirmou que este seria o momento ideal para a troca, em razão de o time ainda estar na primeira fase da Libertadores: “Se havia uma hora para mudar diante da insatisfação, essa hora seria agora”.

Decisão por demitir Roth ocorreu na casa de Fernando Carvalho

Demissão foi anunciada pelo vice de futebol, Roberto Siegmann | Foto: Mauro SchaeferA decisão pela demissão de Celso Roth foi tomada em reunião da diretoria de futebol do clube com o presidente Giovanni Luigi, na casa do ex-vice de futebol Fernando Carvalho – que, por ironia, é vizinho de Roth. “As opiniões diferiram em alguns aspectos, mas foi constatada a necessidade de mudar”, explicou o dirigente.

Apesar da demissão, Siegmann elogiou o trabalho de Roth na quarta passagem dele pelo Inter, na qual foi campeão da Libertadores. “É um técnico vitorioso, bicampeão da América. Sabemos da capacidade profissional dele, mas o futebol é uma coisa que tem a ver com momento.”

Siegmann não aponta substituto

O dirigente, contudo, não apontou substituto, apesar de revelar que há um nome que já está próximo. É o caso de Paulo Roberto Falcão, que deve assumir o time na próxima semana. “Eu não tenho nenhum nome. Temos cogitações nesse momento. São cogitações que têm uma tendência para se confirmar e evoluir para uma negociação. Mas não há nada definido”, despistou Siegmann, salientando que as opções no mercado são escassas.

Ídolo colorado e um dos símbolos da geração vitoriosa da década de 1970, Falcão foi técnico do Inter em 1993. Entretanto, não conseguiu classificar o Inter à segunda fase do Campeonato Brasileiro daquele ano – à época, a competição não era disputada da atual forma, em pontos corridos. Ele deixou o clube em 1994, pois recusou-se a assumir como dirigente.  

Bookmark and Share