Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Mário Sérgio: "Os jogadores estão muito mal fisicamente"

Mercado da Bola

Mário Sérgio: "Os jogadores estão muito mal fisicamente"

Depois de seis jogos no comando do Atlético Paranaense, treinador é demitido e diz não sentir mágoa, mas critica preparação física do elenco

  • Eduardo Luiz Klisiewicz
Mário Sérgio deixa o Atlético com aproveitamento de apenas 22,22% |
Mário Sérgio deixa o Atlético com aproveitamento de apenas 22,22%
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

“Não saio frustrado e meu carinho pelo Atlético continua o mesmo”. A frase é do agora ex-treinador do Furacão, Mário Sérgio, que encerra nesta quinta-feira seu terceiro ciclo no comando da equipe paranaense. Em entrevista à Gazeta do Povo Online por telefone, Mário Sérgio fez apenas uma crítica: “Os jogadores estão unidos, mas fisicamente estão muito mal”, disparou.

As palavras do ex-treinador atleticano refletem o que se vê em campo. Foram seis jogos, uma vitória, um empate e quatro derrotas, o que representa um aproveitamento de apenas 22,22%. O time começa jogando bem disposto e com fôlego, mas aos poucos perde qualidade e acaba sendo superado pelos adversários. “Eles tiveram apenas cinco dias de pré-temporada e não se cria uma base decente com um tempo tão curto assim”, explicou.

Mário Sérgio citou equipes européias como um bom exemplo, mas que não é seguido no Brasil. “Na Europa eles ficam quase um mês nas montanhas para aprimorar a parte física e adquirir um lastro para agüentar o ritmo de jogos. O nível deles está abaixo do esperado e só agora estamos sentindo o efeito da preparação deficitária. No Paranaense não dá para se medir, mas agora no Brasileirão, que a marcação é mais intensa, o desgaste é maior e eles acabam não correspondendo”.

Sobre a demissão propriamente dita, Mário Sérgio considerou como “algo normal do futebol” e garantiu que sua amizade com o presidente Mário Celso Petraglia não foi prejudicada. “Foi o Mário que me ligou sobre a decisão e acho que é um direito de toda a empresa de demitir um funcionário. Não saio frustrado, pois temos um relacionamento ótimo. Revi aqui pessoas de quem gosto muito e o ambiente é bom. Infelizmente não deu tempo de implantarmos o nosso projeto”.

O próximo desafio de Mário Sérgio ainda não foi definido. “Eu tive propostas de duas equipes que vivem situações semelhantes à vivida pelo Atlético, mas não aceitei porque não quero enfrentar a mesma pressão que vivi em outras ocasiões semelhantes. Só aceitei treinar o Atlético dessa vez para atender a um pedido do meu amigo Petraglia. Eu tinha obrigação de atendê-lo”.

Preparação física será intensificada

Diante do baixo rendimento físico do time, a diretoria de futebol decidiu iniciar uma inter temporada para aprimorar o condicionamento dos seus atletas. A medida comprova o que o ex-treinador falou e é a primeira de uma série de atitudes que serão tomadas, segundo o próprio clube, para tirar o Furacão da atual situação. “Acredito que tudo que for feito a partir de agora, será para tentar melhorar a condição do time na classificação”, falou o diretor de futebol do time, Edinho Nazareth, em entrevista à rádio CBN.

Sobre o período de treinamentos que o time terá a partir desta quinta-feira até o próximo dia 13, quando enfrenta a Portuguesa na Arena da Baixada, o preparador físico Moraci Sant’anna explicou a necessidade dos trabalhos. “Teremos um bom período de trabalho. Não pude fazer muito desde que cheguei e agora, com esse espaço, vai ser importante para ver se conseguimos melhorar a condição deles", disse ao site oficial do clube.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE