Espinosa deixa o Vasco, que pensa na contratação de Dorival Jr.

Além do ex-treinador cruzeirense, diretoria pode voltar a tentar a contratação de Caio Jr., do Palmeiras

04 Dezembro 2007 | 18h04

Apesar da boa campanha do Vasco sob seu comando, o técnico Valdir Espinosa não acertou a renovação de seu contrato com o clube carioca, nesta terça-feira, deixando a vaga aberta para a temporada de 2008.     Espinosa, que chegou a ser uma espécie de supervisor de futebol quando Renato Gaúcho comanda o Vasco, assumiu a equipe com a demissão de Celso Roth, e somou três vitórias, dois empates e uma derrota à frente do clube carioca, que terminou o Brasileirão com 54 pontos, na 10.ª colocação, e com uma vaga na Copa sul-americana.    Com a saída de Espinosa confirmada, o Vasco começa a pensar nas opções que o mercado oferece, neste momento, e o nome de Dorival Jr, que levou o Cruzeiro à Libertadores, ganha força.    Além de Dorival Jr., a diretoria do Vasco pode repensar no técnico Caio Jr., que chegou a ser convidado para assumir a equipe quando Renato Gaúcho foi demitido, no primeiro semestre deste ano. Na ocasião, o treinador agradeceu o convite, mas preferiu continuar no Palmeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.