Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Coritiba
  4. Coritiba contrata Marcelo Oliveira como novo treinador

mercado

Coritiba contrata Marcelo Oliveira como novo treinador

Treinador chega para seu segundo trabalho no Alviverde, após passagem de sucesso entre 2011 e 2012

  • Gazeta do Povo
Marcelo Oliveira chega para seu segundo trabalho no Coxa. | Hugo Harada/Gazeta do Povo
Marcelo Oliveira chega para seu segundo trabalho no Coxa. Hugo Harada/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Marcelo Oliveira é o novo técnico do Coritiba. Após a demissão de Pachequinho, a diretoria coxa-branca agiu rapidamente e anunciou o retorno do treinador, que teve passagem importante pelo clube em 2011 e 2012. A informação foi confirmada pelo clube e o contrato será assinado até o fim da temporada.

O novo contratado não dirige o time contra o Flamengo, sábado, 19h, mas estará na Ilha do Urubu. O preparador Robson Gomes terá a missão de comandar o Coxa neste jogo.

Oliveira era o nome preferido da cúpula do Coxa para substituir Pachequinho, que não resistiu à goleada sofrida por 4 a 0 para a Ponte Preta, na última quarta-feira (19). A negociação da parte financeira atrasou um pouco o acerto. O clube relutava em trazer um comandante com altos salários para os padrões alviverdes e chegou a um denominador comum com Oliveira.

VÍDEO: Veja o debate sobre Marcelo Oliveira no Coritiba (a partir do minuto 21)

Aos 62 anos, o técnico fez seu último trabalho no ano passado, pelo Atlético Mineiro. Ele dirigiu o estrelado elenco do time mineiro em 42 jogos, alcançando 18 vitórias, 14 empates e 10 derrotas. Ele perdeu o emprego em meio às finais da Copa do Brasil. O Galo havia perdido o jogo de ida de decisão por 3 a 1 para o Grêmio, no Mineirão.

Em sua primeira passagem pelo Alto da Glória, Oliveira levou o time ao título do Campeonato Paranaense de forma invicta em 2011. No mesmo ano, o time terminou o Brasileiro em na oitava posição e garantiu classificação para a Sul-Americana. Também foi vice-campeão da Copa do Brasil após derrota para o Vasco.

Em 2012, conquistou o bi-Estadual em cima do rival Atlético e obteve mais um vice na Copa do Brasil, agora contra o Palmeiras. Em setembro, após uma série de maus resultados no Brasileiro, acabou demitido. Ele tem 131 partidas no comando do clube.

Após a demissão, teve passagem rápida pelo Vasco, antes de acertar com o Cruzeiro, onde alcançou o auge da carreira sendo bicampeão brasileiro, em 2013 e 2014. Em seguida, teve ainda nova passagem apagada pelo Palmeiras, em 2016, antes de chegar ao Galo.

VEJA DEBATE SOBRE MARCELO OLIVEIRA NO CORITIBA (a partir do minuto 21)

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE