TIMES

Por Felippe Costa, Tatiana Zannata e Thiago Lima — Rio de Janeiro

Gigantes também choram: no dia do adeus ao Botafogo, Jefferson recebe série de homenagens e se emociona Gigantes também choram: no dia do adeus ao Botafogo, Jefferson recebe série de homenagens e se emociona
André Durão/GloboEsporte.com
Jefferson se emociona em sua despedida do Botafogo:

Jefferson se emociona em sua despedida do Botafogo: "Só tenho a agradecer"

Antes de a bola rolar para Botafogo x Paraná no Nilton Santos, o goleiro Jefferson, um dos maiores jogadores da história alvinegra, recebeu uma série de homenagens. Pôster gigante, bandeirão na arquibancada e abraço dos familiares. Aliás, ao ver sua mãe, Dona Sônia - que entrou de surpresa no gramado -, o ídolo não segurou a emoção e chorou muito. Os alvinegros venceram por 2 a 1, e o último lance da partida foi um tiro de meta cobrado pelo craque.

- Minha mãe é uma guerreira, criou os quatro filhos na garra e na determinação. Para mim, ela é um exemplo de pessoa, foi uma surpresa maravilhosa, depois vou poder beijá-la bastante - afirmou.

Jefferson se emociona com homenagem no Nilton Santos antes de sua despedida do Botafogo

Jefferson se emociona com homenagem no Nilton Santos antes de sua despedida do Botafogo

Momentos antes do jogo, o telão do Nilton Santos relembrou vários momentos da carreira de Jefferson. Os torcedores presentes assistiram em silêncio e aplaudiram ao final da exibição. Na hora do Hino Nacional Brasileiro, um bandeirão com a imagem do goleiro e os dizeres "Obrigado, Ídolo" foi erguida no Setor Leste do Nilton Santos.

Antes das homenagens, ele passou por dentro de um "túnel" de crianças. Zé Ricardo falou em dar alegria ao camisa 1, que fará sua partida de número 459º pelo clube.

Jefferson carregado pelos jogadores despedida Botafogo x Paraná — Foto: PAULO SéRGIO/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO Jefferson carregado pelos jogadores despedida Botafogo x Paraná — Foto: PAULO SéRGIO/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

Jefferson carregado pelos jogadores despedida Botafogo x Paraná — Foto: PAULO SéRGIO/AGÊNCIA F8/ESTADÃO CONTEÚDO

- Nesses dois anos e meio, tive muitas alegrias, e é uma emoção diferente participar de um jogo tão importante na vida do Jefferson. A gente quer ganhar o jogo, chegar o mais longe possível, mas quer dar alegrias ao Jefferson. Ele deu tanto pelo Botafogo.

Os primeiros 45 minutos foram tranquilos para o goleiro do Botafogo. Jefferson foi pouco exigido, mas ouviu aplausos e gritos da torcida a cada toque na bola. Na saída de campo no intervalo, admitiu emoção, mas focou no duelo.

- Até que está tranquilo, depois que entra em campo só penso no jogo, como sempre foi na minha carreira (...) Está legal, festa bacana, mas a questão de recuar (a bola para o goleiro) é estratégia de jogo para tentar sair jogando. O Paraná está pegando em cima, temos que poder quebrar as linhas para conseguir sair jogando lá de trás - disse Jefferson.

PÓS-JOGO: NOS BRAÇOS DO TIME, E DA FAMÍLIA

Depois de uma apresentação sem sustos, encaixando todas as bolas que foram na direção do gol (exceto a bomba de Alex Santana), Jefferson protagonizou o último lance do duelo. Bateu o tiro de meta derradeiro, e o juiz Igor Junior Benevenuto encerrou a partida. Ajoelhou-se, fez sua oração e depois foi para a galera. Primeiro, a galera dele, seus companheiros, que o colocaram no colo e o jogaram para cima.

Bandeirão Jefferson  — Foto: André Durão Bandeirão Jefferson  — Foto: André Durão

Bandeirão Jefferson — Foto: André Durão

Abraçou um a um dos companheiros, integrantes da comissão técnica e outros profissionais do clube. Também pôde, claro, beijar a esposa (Michele), a mãe (Dona Sônia) e as filhas (Nicole, Débora e Jéssica). Com as pequenas, deu volta olímpica de mãos dadas. Terminado isso, deu longa entrevista à repórter Ana Helena Goebel, do Premiere. Confira os tópicos:

ÚLTIMO TIRO DE META

Acredito que naquele tiro de meta eu falei: "cara, é o último tiro de meta da minha carreira". Ali consegui pensar, consegui raciocionar. Confesso que estava muito ansioso por esse jogo, até pela performance e por essa torcida maravilhosa. Sabia que tinha de demonstrar para eles uma última impressão. Agradecer muito a Deus, muito a eles.

Jefferson após a despedida do Bota:

Jefferson após a despedida do Bota: "Era o meu sonho fazer história nesse grande clube"

VERSÍCULO QUE MARCOU A VIDA DE JEFFERSON

Queria falar um versiculo que marcou minha vida: "Eu combati o bom combate, acabei a carreira hoje, mas o principal é que guardei a fé, guardei a minha família, guardei os meus princípios. Então, graças a Deus, tive uma carreira muito vitoriosa por poder fazer história num grande clube que é o Botafogo.

CARINHO DA TORCIDA, QUE FICOU NO ESTÁDIO APÓS O APITO FINAL

Representa tudo na minha vida. Desde quando entrei no Botafogo, era meu sonho poder fazer história nesse grande clube. Isso é para poucos. Marca de jogos, os títulos, a lealdade. Tudo que fiz no Botafogo, eu só tenho a agradecer por essa torcida maravilhosa e ao Botafogo por ter me dado a oportunidade de ser reconhecido até mesmo na seleção brasileira. Muito obrigado, torcedor do Botafogo. Agora é curtir minha família.

Após o apito final em sua despedida, Jefferson se emociona e é carregado por companheiros

Após o apito final em sua despedida, Jefferson se emociona e é carregado por companheiros

TOTALMENTE REALIZADO APÓS PARAR?

Com certeza. Você ter essas convocações e os jogos que fiz pela Seleção representar o Botafogo esses anos todos, ser o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Botafogo... É para poucos. Entrei realmente na história e glorifico muito a Deus por isso. Agora é ficar do outro lado torcendo por essa rapaziada.

TORCEDORES DE OUTROS TIMES O PROCURARAM

- Fico feliz por ter feito história e também ser exemplo para outros times, outros torcedores. Muitas pessoas me mandaram mensagens. Queriam vir realmente ver esse jogo e talvez não eram botafoguenses. Quem sabe virem botafoguenses hoje. Agora quero fazer história fora de campo, poder ajudar as outras pessoas, poder usar a imagem que tive no futebol para poder se ponto positivo fora de campo.

Comemoração gol Botafogo  — Foto: André Durão Comemoração gol Botafogo  — Foto: André Durão

Comemoração gol Botafogo — Foto: André Durão

O QUE A FAMÍLIA REPRESENTA PARA ELE?

São minha herança, são meus tesouros. A fé é minha família, minha esposa maravilhosa, que sempre esteve ao meu lado nos momentos bons e ruins. Foi uma surpresa e tanto minha mãe aparecer aqui. É uma mulher guerreira, que eu amo de paixão e que criou quatro filhos no braço. Fico muito feliz pela surpresa e agora é curtir essas coisas maravilhosas.

VIDA FORA DE CAMPO

Quero aproveitar minha família, mas vou estar fora de campo, mas estarei muito mais perto dos torcedores. Quero usar minha imagem para poder dar mais atenção aos torcedores, aquilo que durante a carreira a gente não consegue tanto. Nos eventos, representando o Botafogo em outras cidades. Eu quero estar mais próximo deles fora de campo.

 — Foto: Botafogo de Futebol e Regatas  — Foto: Botafogo de Futebol e Regatas

— Foto: Botafogo de Futebol e Regatas

MAIS DO Globoesporte